29 de Fevereiro de 2016

Alimente Heróis Com Livros

Fiquei tão feliz de encontrar um projeto como o “Alimente Heróis com Livros” na internet, que precisei vir correndo falar sobre isso com vocês. No primeiro dia do ano eu publiquei aqui no blog 10 metas para 2016 (acho que vou atualizar o andamento dessas metas em breve!) e uma delas era “Solidariedade” – que consistia em fazer pelo menos 12 boas ações e apoiar de alguma maneira 12 projetos interessantes. Confesso que o mês de janeiro e o de fevereiro foram tão corridos que eu nem mesmo voltei a olhar as minhas metas.

Alimente Heróis com Livros

Antes tarde do que Nunca.

 Mas antes que março dê o ar das graças, aproveitando o dia extra de fevereiro que só acontece de quatro em quatro anos e inspirada pelo livro Ative Sua Bondade, resolvi dar uma olhada no Catarse.me – que é uma plataforma de financiamento coletivo. Para quem não conhece, vale a pena dar uma olhada. Aqui explica bem direitinho o que é e como funciona essa plataforma.

Decidi que não iria adiar mais aquela meta da solidariedade e entrei decidida a escolher um projeto bem legal para apoiar. E não é que antes mesmo de deslizar o mouse eu achei o “Alimente Heróis com Livros” e fiquei completamente apaixonada! É claro que foi o meu projeto escolhido para esse mês!

Fico tão feliz com iniciativas assim, que vocês não fazem ideia! Sabe, acho que muitas vezes ficamos batendo panela, protestando e blasfemando contra tudo o que está errado no mundo e, principalmente no nosso país, mas não movemos uma dedinho para fazer com que alguma coisa seja diferente. “Isso é papel do governo”, que seja! Mas se eu posso fazer alguma coisa, mesmo que bem pequena, enquanto ninguém faz nada, por que não vou fazer? Posso não fazer a diferença no mundo, mas com certeza vou ajudar um pouquinho outro alguém.

Achei muito legal a ideia desse professor de português. Alguns alunos vão entrar na livraria e vão comprar um livro pela primeira vez. Fazer parte disso, mesmo de longe, mesmo com uma pequena contribuição, não tem nada que pague essa satisfação.

Que existam no mundo mais professores como o Cléssio, mais pessoas com vontade de ensinar de verdade, de fazer com que os alunos não passem apenas de ano, mas que aprendam muito, muito mais do que uma simples decoreba de matéria. É lógico que apoiei esse projeto, vou tentar fazer uma entrevista com o professor e também peço para que todos vocês ajudem essa iniciativa tão linda! Se não puderem doar o dinheiro, que seja compartilhando para que outras pessoas possam ajudar.