03 de Setembro de 2015

Cinco atrações imperdíveis em Buenos Aires

E aí, pessoal! Tudo bem?

Estava conversando com uma amiga que vai para Buenos Aires ainda esse mês e ela me pediu dicas sobre aquele lugar que eu tanto amo. Assim como ela, diversos amigos que conhecem a minha paixão pela Argentina, sempre me perguntam o que não podem deixar de fazer. Então, resolvi fazer uma lista de cinco atrações imperdíveis em Buenos Aires, para que todos vocês aproveitem aquele lugar que sonho em um dia chamar de meu.

Vamos lá?

1 – City Tour e o La Bombonera

Se você está indo a Buenos Aires pela primeira vez, acho que vale muito a pena fazer o City Tour, pois dessa maneira você pode conhecer os principais pontos turísticos da cidade. Também achei um ótimo jeito de conhecer Caminito, no Bairro de La Boca e também o famoso La Bombonera. Não fizemos o passeio completo no estádio, que daria direito a uma visita ao museu do Boca Junior. Preferimos a visita mais rápida, que dava acesso a um pedacinho do gramado e também a arquibancada. Para quem gosta de futebol, é uma parada imperdível!

argentina - La Bombonera Continuamos o passeio pela cidade que tanto me encanta e, seguindo o conselho da guia, descemos em Recoleta ao invés de voltar para o Centro, que era o lugar que estávamos hospedados (ainda posso falar sobre isso em outra postagem no blog, mas acho que o Centro não é a melhor opção de hospedagem por lá. Procurem algo em Recoleta ou Palermo) e aproveitamos para conhecer a Flor de Aço. Dali caminhamos mais um pouquinho para conhecer o famoso cemitério – ai, gente! não estou roubando e colocando um milhão de lugares imperdíveis aqui não. Para mim, o imperdível mesmo é o La Bombonera, fui no cemitério só porque TODO MUNDO disse que TINHA QUE IR, pois é um dos pontos turísticos mais visitados de lá. Aff! -. É bonito? É! Os túmulos são grandiosos – menos o da Evita, que é um dos mais simples, discretos e mais visitados -, alguns são quase como casas cheias de detalhes, mas cara… É macabro! Nunca fui em cemitérios – quer dizer, em Ouro Preto também tem essa coisa toda turística de visitar e pisar em túmulos, credo! -, mas não consigo achar um passeio superlegal. Enfim, essas são dicas para quem animar de fazer o City Tour.

2 – Livraria El Ateneo

Você ama os livros tanto quanto eu? Então, esse é um passeio OBRIGATÓRIO!! Aquele lugar é a Disney dos leitores, é como mergulhar em um sonho e acordar em um lugar lindo, bem cuidado, repleto de estantes com livros e mais livros. Imaginem um Teatro Municipal do Rio repleto de livros, é mais ou menos como a El Ateneo. Fiquei encantada por aquele lugar e com vontade de ficar apenas olhando, devagar, cada uma daquelas obras. Não deixem de ir.

Argentina - El Ateneo Ah, não deixem de aproveitar também as milhares de livrarias que se encontram a cada dez passos dados nas ruas do centro. Não são lindas como a El Ateneo, mas são um passeio para dar inveja na gente.

3 – Estádio Monumental de Nuñes – o famoso estádio do River Plate

Se você já foi ao museu do futebol em São Paulo e se encantou com tudo, prepare-se para se encantar ainda mais com esse estádio do River e com toda a visitação do lugar. É totalmente incrível! Os guias são muito animados e te levam para um passeio cheio de história e emoção até o gramado e arquibancadas. Eles criam todo um clima para passar pelo túnel que os jogadores passam, vestiários e campo. É muito, muito legal! E depois, a visita ao museu é uma verdadeira viagem pelo mundo do futebol e da história do mundo. Você entra em uma máquina do tempo – que fica toda escura e balança, como se fosse mesmo uma viagem – e quando a porta abre, você dá de cara com um túnel do tempo muito bem feito, cheio de salinhas com informações de coisas que aconteceram no futebol e na História em determinada década. São músicas, objetos daquela época, filmes… É demais, gente! E depois são várias salas com muito mais do mundo da bola. Essa é uma visita imperdível. Ah, e se posso dar mais um conselho, vale muito a pena ir de metrô, descer na última estação, no bairro de Belgrano e caminhar até o estádio. É o bairro de Buenos Aires que um dia eu quero morar. Cheio de praças e casas lindas. Dá vontade de se perder por ali e não fica muito longe. Acho que uns seis quarteirões, mais ou menos 15 minutos de caminhada.

Argentina - Museu River

4- Señor Tango

Argentina sem Tango não é Argentina, certo? Pelo menos na primeira vez, é um passeio daqueles obrigatórios. Pesquisamos diversos shows, mas escolhemos o Señor Tango pelo todo. A casa de shows é linda, a apresentação é em um formato mais Hollywoodiano, sabe? Eles têm até cavalos entrando no palco, estrelinhas piscando no teto e garçons que se emocionam no final da apresentação. Nós amamos, mas confesso que me arrependo completamente de já ter ido mais vezes a Buenos Aires e não ter conhecido a Esquina Carlos Gardel e toda a história e Tango daquele lugar. Creio que também deve ser uma atração imperdível e preciso voltar mais e mais vezes para finalizar a minha lista de coisas que tenho pra fazer por lá.

argentina - senor Tango

5 – Fuerza Bruta

Nem só de Tango vive a Argentina ou os argentinos. Na verdade, pelo que converso com meus amigos portenhos, muitos deles nunca foram a um show de Tango, essa é uma atração muito mais turística do que algo que eles façam. E foi também o meu amigo de lá que me deu convites para assistir a esse espetáculo. Já tinha ouvido falar, pois uma amiga tinha ido em uma apresentação deles na Broadway e fiquei feliz de ter aquela oportunidade em Buenos Aires. Sabe quando você assiste algo tão incrível, surreal, louco, brilhante, que não sabe o que dizer sobre o que acabou de ver? NA verdade, saí do Centro Cultural de Recoleta de boca aberta e totalmente sem palavras. Desde então, perturbo todos os meus amigos ou qualquer pessoa que eu saiba que está indo pra lá, para que não deixem de assistir ao Fuerza Bruta. É uma experiência única. Soube que quando vieram ao Brasil o ingresso custou uma pequena fortuna e na Argentina ele é muito em conta. Não deixem de ir e de se maravilhar.

Argentina - Fuerza Bruta

Bom, como posso terminar essa lista sem dizer que vocês precisam visitar a Mafalda, que fica sentadinha na esquina das ruas Chile e Defensa, no bairro de San Telmo, que tem uma linda feirinha de antiguidades no domingo e um dos restaurantes mais indicados de lá – o La Brigada -?

Também não posso deixar de dizer que o bairro de Puerto Madero é de um charme só e vale uma caminhada, atravessar a Puente de la Mujer e quem sabe, comer um dos melhores bolinhos que já experimentei – salmão com camarão – no restaurante da boate Ásia de Cuba.

Argentina, Puerto Madero

Ah, e por falar em comida, você não pode sair da Argentina sem comer as empanadas, sem tomar um sorvete Freddo – que já tem aqui, mas que é imperdível mesmo assim – e sem comer um alfajor Cachafaz.

E para terminar, ainda com vontade de dizer mais um milhão de coisas, não deixem de admirar a beleza da Galerias Pacífico, os vitrais da Confeitaria Las Violetas, os barzinhos de Palermo e Recoleta e a beleza e simpatia dos Portenhos. Se engana quem pensa que eles não gostam de brasileiros. Se vocês são antipáticos com alguém em qualquer lugar do mundo, receberá o mesmo de volta. Mas se você abrir um sorriso e disser que é do Brasil, eles quase te abraçam. Tenho grandes amigos e recordações daquele lugar e pode apostar que você também vai ter.

Veja mais posts sobreArgentina Buenos Aires Dicas El Ateneo futebol Lista Senor Tango Turismo