19 de Novembro de 2016

Buonasera U.N.O e o nosso jantar delicioso

Já conhecia o restaurante Buonasera U.N.O, mas ainda não tinha conhecido verdadeiramente. Da primeira vez que fui – como posso só ter ido duas vezes?! Preciso aumentar essa frequência urgentemente!! -, foi uma passagem corrida. Estava com a minha mãe, era horário de almoço de uma quinta-feira, minha prima tinha tido neném e estávamos saindo da maternidade que ficava lá do lado. E foi ótimo.

Buonasera uno

Mas na segunda visita, com Vinicius, o jantar teve um gostinho ainda mais especial. O clima do restaurante é romântico, o ambiente é lindo, o atendimento é impecável e as comidinhas… Ai, ai, ai… São perfeitas!

Para começar, escolhemos um vinho americano com a uva que Vinicius mais ama – a zinfandel – e ele harmonizou completamente bem com tudo o que pedimos para comer. De entrada pedimos um ceviche que – Meu Deus do Céu – estava incrível!!

dsc_0204

“Pode falar em espanhol” – disse Alejandro, o simpático gerente da casa quando elogiamos aquela delícia. Tenho a mania de falar quase em portunhol, quando encontro algum latino.

“Infelizmente não sei mais falar essa língua que eu tanto amo!! Mas mesmo em português, preciso agradecer por você ter trazido para cá esse prato do seu país! Está muito, muito bom” – elogiei.

Buonasera Ceviche

O ceviche tinha peixe, camarão, lula, polvo no leche de tigre que eu AMO!! Nossa! Acho que foi um dos melhores que já comi. Muito gostoso mesmo. Com peninha de deixar sobrar, pedimos mais torradinhas para não deixar nenhuma gota na taça. – Ah, gordinhos! Risos! – É uma ótima entrada para duas pessoas. Muito bem servido.

De prato principal, escolhi o tradicional Gnocchi com camarões VM ao molho branco e molho de tomates frescos, catupiry e cobertura de parmesão gratinado – Hummmmmmmmmmmmmmmm!!!!!!! – e Vinicius pediu um raviolli de camarão VG com musseline de aipim e tomate confit.

dsc_0208]

Jantar Buonasera

A minha escolha era tão, tão boa, que é o prato mais velho da casa. Entra prato, sai prato e o Gnocchi continua. Já são 27 anos no cardápio. Alguma dúvida sobre o sabor? É claro que também provei o do Vi e amei! É difícil dizer qual era melhor. Principalmente quando eles estavam regados a boa conversa, ótimo vinho e um som ambiente que quase me dava vontade de dançar – sempre que escuto Cole Porter tenho vontade de sair rodopiando por aí.

dsc_0209

Tudo estava tão gostoso, que passamos a degustar cada vez mais devagar, só para que aquela noite demorasse um pouco mais para chegar ao fim. Fomos uns dos primeiros a chegar e uns dos últimos a sair do restaurante.

Mas é claro que não poderíamos ir embora sem uma sobremesa para fechar com chave de ouro aquele jantar tão agradável. Pedimos ajuda para escolher, pois se depender de mim, acabo sempre no óbvio – algo de chocolate. O garçom sugeriu uma sobremesa que era uma taça de chocolate branco, morangos, suspiro, Bacardi e um creme de morango.

Sobremesa Buonasera

Quando a taça chegou e eu peguei a colher para experimentar, foi amor no mesmo instante. Sério! É muito, muito bom! Cada um dos ingredientes daquela taça, quando eram colocados juntos na boca, deixavam uma vontade de que não acabasse nunca mais. Fomos comendo ainda mais devagar. A cada colherada, um suspiro.

Sobremesa Buonasera

Atendimento, entrada, prato principal, vinho, sobremesa, música e ambiente… O Buonasera U.N.O é incrível em tudo e sem dúvida alguma é um restaurante que entra na nossa lista de favoritos.

Veja mais posts sobrebuonasera culinária gastronomia gourmet Niterói restaurante restaurantes