07 de Junho de 2017

Poção da Juventude – Filme fofo na Netflix

Quando vi que chegaram romances novos na Netflix, fiquei feliz da vida! AMOOOOO esse tipo de filme, mas já assisti praticamente todos do catálogo. Achei o nome Poção da Juventude um pouco esquisito, mas a capa era fofa e a sinopse – por um milagre!!!! – chamou a minha atenção.

“Um elixir misterioso deixa uma estrela da Broadway 30 anos mais jovem. Agora ela tenta impedir o casamento da filha para que ela também possa ser uma estrela”

Poção da Juventude não é um filme maravilhoso, apesar das quase cinco estrelinhas completas na Netflix. É uma história bem bobinha, com atuações fraquinhas, um musical que passa longe de ser dos melhores. Mas não é que ainda assim o filme tem certa graça?

Ele é um daqueles que devem ser assistidos sem pretensão alguma, como comer um chocolate em um fim de tarde chuvoso. Nada que vá acrescentar em nossas vidas, a não ser uma sensação gostosinha de que no final, tudo sempre pode acabar bem.

As músicas escolhidas são ótimas – pelo menos eu gostei – e dão uma animada nas cenas. Os diálogos são bem bobos, mas como eu disse… Vale para um dia de TPM, por exemplo. Risos!

Poção da Juventude não é uma história que encanta, nem é para ser jogada para escanteio. É um filme bem estilo sessão da tarde mesmo. Se eu pudesse dar uma nota, daria umas duas estrelinhas para ele.

Veja mais posts sobrefilme filmes Netflix Poção da Juventude romance
15 de Maio de 2017

Encalhados – Netflix

Recebi por e-mail um aviso da Netflix de que eu poderia gostar do novo filme do catálogo – Encalhados. Curti a capa e pela sinopse, achei que seria um daqueles filmes que eu realmente gosto ver. Um estilo sessão da tarde, sabe?

“Megan tem 28 anos e muito medo de envelhecer. Ela conta ao namorado que vai a um seminário, de fato, está curtindo a vida com uma amiga adolescente”

Confesso que quase desisti de assistir umas três vezes, pois a história começa bem chatinha, lenta… Não é aquele tipo que já prende a gente desde o início. Mas acabei não parando pela metade e resolvi seguir com ele até o final.

Não é um filme maravilhoso! E nem mesmo é uma daquelas comédias românticas que nos fazem suspirar. O que me surpreendeu foram as quase cinco estrelas completas que Encalhados possui. Pois pelo menos para mim, passou bem longe de ser um filme de tão boa avaliação.

Do meio para o final, a história até começa a ganhar mais ritmo e tem uma questão bacana, que é o problema da protagonista de saber o que ela quer para a sua própria vida. Sinceramente, acho que a Netflix poderia me contratar para escrever essas sinopses. Não senti que a Megan tinha o tal medo de envelhecer, o que eu acho é que ela simplesmente não sabia o que fazer com a própria vida – quem nunca se pegou em um momento de incertezas profissionais? – Também não achei que ela estava “curtindo a vida com uma amiga adolescente”. A protagonista apenas aproveitou uma oportunidade do acaso, para tentar se conhecer melhor.

Como ela possui o mesmo namorado desde a época da adolescência, o mesmo emprego e o mesmo grupo de amigos, acaba se vendo em uma situação de não saber para que lado seguir. É como se ela tivesse simplesmente se acomodado com algo e nem tivesse percebido que a vida estava passando.

Encalhados não foi uma história que me convenceu e encantou. Mas ainda assim, não é de se jogar fora. O final é até “bonitinho”, daquele tipo meio bobo, que a gente até espera. Eu daria umas três estrelinhas para ele…

Veja mais posts sobre Encalhados filme filmes Netflix romance