03 de Julho de 2017

Okja na Netflix – Como comer carne depois do filme?

Quando vi a capa de Okja nos lançamentos da Netflix, não me animei muito para ver o filme. Não sou muito fã de histórias de aventura, fantasia e por aí vai… Mas foi só eu assistir um trailer que estava rolando no Facebook, para que ficasse completamente encantada. Então, assim que paramos na frente da TV, não pensei duas vezes e coloquei Okja para a gente conferir.

É um filme para todas as idades e cada um vai perceber a história de um jeito. Mas o principal é que ela faz a gente pensar em como muitas vezes não pensamos naquilo que estamos comendo – pelo menos foi assim que me senti. Sou apaixonada por uma carne macia, um churrasquinho gostoso, um hambúrguer do maridão… Mas aí, enquanto eu via e me encantava com Okja, ficava pensando em como não penso nos animais na hora que estou me deliciando com um pedaço de carne vermelha.

Isso aconteceu, pois em Okja uma menina que cresceu com um super porco, que foi criado em laboratório, fica desesperada ao ver seu “bichinho” de estimação sendo levado embora por uma grande fabricante de carnes desse “super porco”. Depois de tanto amor entre os dois, ele viraria comida. E tudo o que acontece depois é praticamente o mesmo que acontece com a carne bovina e suína.

Se a gente sente tanta pena da menina e do seu “bichinho de estimação”, como não sentimos o mesmo por todos os outros que comemos todos os dias? Pelo menos no meu caso, é porque eu realmente nunca paro para pensar quando estou comendo.

Mas e agora? E depois do filme? Como posso comer uma carne vermelha sem lembrar de Okja? É claro que já assisti diversos documentários, já pensei várias vezes em virar vegetariana… Mas quando uma mensagem desse tipo pega a gente pelo coração, é mais difícil esquecer ou simplesmente deixar pra lá.

Okja é um filme imperdível! A história encanta e, sem dúvida, planta uma sementinha na gente. Recomendo o filme para todo mundo. Não importa a idade. Todos vão se sentir apaixonados pela Okja e provavelmente sentirão também aquele peso na consciência na hora de comer mais um pedaço de bife sem nem pensar sobre isso.

Veja mais posts sobrealimentação dica filme Netflix Okja
07 de Junho de 2017

Poção da Juventude – Filme fofo na Netflix

Quando vi que chegaram romances novos na Netflix, fiquei feliz da vida! AMOOOOO esse tipo de filme, mas já assisti praticamente todos do catálogo. Achei o nome Poção da Juventude um pouco esquisito, mas a capa era fofa e a sinopse – por um milagre!!!! – chamou a minha atenção.

“Um elixir misterioso deixa uma estrela da Broadway 30 anos mais jovem. Agora ela tenta impedir o casamento da filha para que ela também possa ser uma estrela”

Poção da Juventude não é um filme maravilhoso, apesar das quase cinco estrelinhas completas na Netflix. É uma história bem bobinha, com atuações fraquinhas, um musical que passa longe de ser dos melhores. Mas não é que ainda assim o filme tem certa graça?

Ele é um daqueles que devem ser assistidos sem pretensão alguma, como comer um chocolate em um fim de tarde chuvoso. Nada que vá acrescentar em nossas vidas, a não ser uma sensação gostosinha de que no final, tudo sempre pode acabar bem.

As músicas escolhidas são ótimas – pelo menos eu gostei – e dão uma animada nas cenas. Os diálogos são bem bobos, mas como eu disse… Vale para um dia de TPM, por exemplo. Risos!

Poção da Juventude não é uma história que encanta, nem é para ser jogada para escanteio. É um filme bem estilo sessão da tarde mesmo. Se eu pudesse dar uma nota, daria umas duas estrelinhas para ele.

Veja mais posts sobre filme filmes Netflix Poção da Juventude romance