16 de Dezembro de 2015

Cinco pessoas que sou grata em 2015

Vi no blog da Beca Braite um desafio: Você dizer a cinco pessoas o motivo de ser grata a elas em 2015. Uma das coisas que eu mais sinto prazer em fazer é agradecer a todas aquelas pessoas que de uma maneira ou de outra fizeram a diferença na minha vida. Sei que muitas vezes um simples obrigada pode parecer apenas educação, por isso achei esse “desafio” bem legal, pois reforça para a pessoa o quanto as atitudes dela foram importantes para a gente. É claro que eu poderia fazer uma lista muito maior do que apenas cinco pessoas, mas já que o desafio é esse, vamos lá.

Mãe, pai e Vinicius – Como poderia não ser grata aos três? Eles são a base de tudo que eu faço e de todas as minhas conquistas. São eles que me empurram para o infinito e além, me dando coragem para que eu enfrente os desafios e realize os meus sonhos. Obrigada por tudo que fizeram e fazem por mim diariamente, pelos almoços cheios de conversas e vinhos, pela parceria, sonhos realizados, empolgação com minhas realizações, divulgação do meu trabalho, carinho… Obrigada por estarem na minha vida ontem, hoje e sempre. Amo vocês. 

mãe

Carol e Cacá – Além de cunhados, eles são pessoas muito queridas na minha vida. Carol, obrigada por sempre me colocar para cima e por ser uma amiga tão divertida. Já era grata a vocês por terem me dado uma sobrinha fofa como a Letícia, minha princesinha que adora livros. Mas esse ano eu tenho um agradecimento ainda mais especial: Obrigada pelo convite para ser madrinha do Eduardo. Não vou esquecer o dia que vocês me deram esse presente – no aniversário de Vinicius! – e isso, não tem agradecimento que seja suficiente. Sou completamente apaixonada por ele e muito, muito feliz por ter a missão de ser a dinda mais legal do mundo. Esse foi o presente mais especial que eu ganhei na minha vida. <3

dinda

Minha psicóloga – No início desse ano eu resolvi seguir a sugestão da minha mãe e entrei na análise. Sempre fugia disso, pois enchia a boca para dizer que eu não precisava de psicóloga – quem nunca? -, mas depois que comecei a fazer vi o quanto estava errada. Acho que todos nós precisamos fazer terapia. Sou totalmente grata a minha, pois já me sinto uma pessoa completamente diferente de quem eu era no início do ano. Ainda tenho meus medos, mas já aprendi a lidar melhor com eles e até a entender de que lugar muitos deles vieram. Passei a olhar para questões que antes eu tentava disfarçar e fingir que nem existiam, como contei aqui. Deixei de me sentir culpada por não gostar de algumas pessoas. Aprendi a dizer mais não e também a ser mais confiante. E sei que ainda tenho muitas e muitas coisas para melhorar. Na última consulta eu fiz esse agradecimento pessoalmente, mas deixo aqui também a minha gratidão.

Renata Frade – Ela é uma pessoa que eu conheci por causa dos livros, mas que com toda a certeza do mundo se transformou em alguém que eu quero levar para a vida. Uma inspiração como profissional – dedicada, batalhadora e com uma garra que eu acho que nunca tinha visto nada igual. Rê, sou grata por tudo que você já fez por mim! Mas nesse ano, agradeço pelo lindo projeto Lit Girls que você me chamou para fazer parte, pela sua amizade e força nos momentos que eu precisei, pela nossa tarde/noite especial que foi cheia de risadas e histórias divertidas, pelo carinho comigo na Bienal e por todas as outras coisas. Obrigada mesmo!!

Renata Frade

Malas – Já falei sobre esse grupo de amigos aqui! Não posso escolher apenas um para dizer o quanto sou grata por tudo, pois seria injusta. Eu agradeço a cada um deles por transformarem mais uma vez o meu ano em um ano melhor. Foi com eles o melhor ano novo, carnaval, festa de aniversário, saídas, bares, conversas no Whatsapp! Malinhas, vocês são responsáveis por dar ainda mais cor aos meus dias! <3 Amo demais cada um de vocês e espero que nossa família continue a crescer mais e mais, sempre juntos! Obrigada pelas conversas nos dias que eu não estava tão legal, pelo apoio e força nos meus dias de insegurança, pela torcida nos meus eventos literários, broncas quando eu falo alguma besteira, viagens inesquecíveis, pela Larinha, por cobrirem a falta que Natalinha faz, por todas as outras coisas. Obrigada!!!!

malas

Roubando e agradecendo um pouco mais:

Natalinha – Amiga, mesmo longe você se faz presente diariamente. Obrigada por todas as risadas pelo Whatsapp e Skype, por continuar sendo a primeira pessoa que eu ligo quando preciso rir ou desabafar, por ser a melhor das melhores mesmo a quilômetros de distância, por fazer com que eu faça parte da sua vida mesmo não conhecendo nenhum dos seus novos amigos pessoalmente, pela preocupação com as minhas coisas como se elas também fossem suas. Obrigada por ser a pessoa que vai me dar um best seller! Risos!!! Afinal, sua vida ainda vai me dar um livro! Obrigada por ser essa amiga tão especial que me dá força diariamente e por rir comigo com qualquer besteira que aconteça – “oi, olha!” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… -. Te amo, amiga!!!!

amigas

Só mais um pouquinho

Bom, é claro que se pudesse ainda teria uma lista enorme de pessoas para agradecer. Foram tantos de vocês que fizeram o meu ano especial que chega a ser injusto escrever sobre apenas cinco – ok, seis!. Mas quero que saibam que sou grata a cada carinho, mensagem fofa, sorriso. Não preciso nem dizer o quanto sou grata aos meus leitores pelo apoio que me dão, aos meus primos, dinda e toda a família por estarem sempre ao meu lado, principalmente minha prima Pati, que é uma torcedora que vibra a cada conquistinha como se eu tivesse feito a maior realização do mundo, ao Phellipe que fez esse blog lindo, ao meu amigo argentino Facundo que também é uma dessas pessoas que mesmo longe continua presente e ainda é uma das pessoas mais prestativas e com um coração bom que conheço, minha amiga Flávia que é outra pessoa que mora longe, que eu não vejo há alguns anos, mas que mora no meu coração e me enche de alegria a cada conversa. Também não poderia deixar de ser grata a todos da família de Vinicius que são também a minha família e que fizeram com que a virada do ano fosse a mais perfeita do mundo.

Ai, gente! É muito difícil não poder falar de um por um, mas já roubei bastante, né? É o que eu sempre digo, não tenho poucos e bons, tenho muitos e maravilhosos amigos e por isso é quase impossível citar um por um aqui. Mas cada um é especial para mim e eu sou muito grata por ser sortuda de ter tantas pessoas especiais na minha vida.

E vocês? Já disseram obrigada a todos aqueles que fizeram seu ano melhor? Digam pelo menos para cinco dessas pessoas. Agradecer é  sempre bom. Eu amo!

Veja mais posts sobreagradecer amigos Desafio grata gratidão