29 de Outubro de 2015

Como conheci o meu Marido – Parte 3

Ainda não leu a primeira parte da história de quando conheci o meu marido?! Então, clique aqui e confira! =)

A segunda parte está aqui! =)

Como tudo começou – Parte 3

Mesmo com toda a vergonha que senti, tentei relaxar e participar da conversa. Apesar da troca de olhares, não sabia dizer se Vinicius sentia alguma coisa por mim. Ficamos praticamente uma semana em Ouro Preto, ele teve todas as oportunidades do mundo para tentar alguma coisa, mas não mandou nem indireta.

ligações

– Não adianta ficar toda animada assim, Clara.

– Por quê? – perguntou quando estávamos voltando para nossa sala, já na direção oposta dos meninos.

– Ele não quer ficar comigo, não vai acontecer nada.

– Não estou te reconhecendo, Fê – disparou Renata. – Você sempre foi tão confiante, nunca te vi tão insegura como está agora.

– Verdade – abaixei a cabeça -, não sei o que está acontecendo comigo.

– E o Vinicius ainda é mais novo que você. Qual é o seu medo? – questionou Renata.

– Descobrir que ele não gosta de mim – confessei.

– Fala sério, Fê! É só partir para outra. Saber é sempre melhor do que viver com a dúvida – filosofou Renata.

– Já sei! – gritou Clara.

– O quê?

– Vamos lá pra casa depois que a aula acabar e eu conto o meu plano.

– Também posso ir? – perguntou Renata.

– Claro, Rê! Não precisava nem ter perguntado.

– Oba!!

Como combinado, no final da aula fomos para a casa da Clara. Ela só começou a contar a ideia quando sentamos para almoçar. O “plano genial” era ligar para Vinicius, sem dizer quem era e perguntar se ele ficaria com alguma das meninas que tinha ido para Ouro Preto.

– Que ideia horrível! – critiquei. – Em primeiro lugar, ele vai reconhecer a sua voz. Segundo, provavelmente não vai querer responder a pergunta. E terceiro, se ele não reconhecer a sua voz e ainda assim resolver responder, foram mais de dez turmas, não tenho nem ideia de quantas garotas estavam lá, como vamos saber com qual ele quer ficar?

– Deixa comigo, Fernanda! – Clara não deu muita ideia para todas as minhas dúvidas.

Acabamos de comer, pegamos o número do Vinicius e ligamos. Não resisti e ouvi tudo na extensão.

– Oi, Vinicius! Tudo bem? Queria te fazer uma perguntinha, está podendo falar? – perguntou Clara, sem dizer que era ela.

– Oi. Posso falar sim.

– Então, queria saber se você ficaria com alguma menina que viajou para Ouro Preto.

Silêncio no telefone.

– Por que você quer saber isso, Clara?

Encostei a cabeça na mesa com medo do que viria a seguir.

– Como sabe que sou eu?

– Reconheci a voz – disse como se aquilo fosse óbvio.

– Então, estou curiosa para saber se você ficaria com alguma das minhas amigas.

– Ficaria – respondeu depois de um tempo e fez o meu coração dar um salto.

– Posso saber com qual delas?

Minha respiração travou.

Continua aqui! =)

Veja mais posts sobreFernanda e Vinicius marido primeiro amor relacionamentos