02 de Novembro de 2015

Como Registrar seu Livro na Biblioteca Nacional




Bom dia, pessoal! Tudo bom? Como está sendo o feriado de vocês?

Outro dia dei algumas dicas sobre como escrever um livro, pois eu sempre recebo perguntas de leitores com muitas dúvidas sobre esse assunto. Muita gente tem vontade de escrever, de contar uma história, mas não sabe como tirar a ideia da cabeça e passar para o papel. Dúvidas ainda maiores surgem quando o livro está pronto. O que fazer depois do último ponto final e de diversas revisões? Registrar o seu livro na Biblioteca Nacional é um passo muito importante. E como isso é feito?

biblioteca nacional

1 – Imprima a sua história

Esse é o primeiro passo, já que você vai precisar entregar no Escritório de Direitos Autorais a sua obra impressa. Pode frente e verso? Não. Eles pedem que seja em via única. Ah, e você precisa rubricar cada uma das páginas. Não esqueça desse detalhe que vai fazer doer a mão. Na capa, coloque o título e todos os seus dados (nome completo, RG, CPF, Data de Nascimento e Cidade).  O ideal é que a formatação seja com a fonte Arial ou Times New Roman, nº12. Não é para grampear, nem encadernar

2 – Pagar a GRU

Pois é! Antes de enviar, você vai precisar ir até o Banco do Brasil para pagar o registro. É só clicar aqui que já vai direto para a página que você precisa preencher com o valor (20 reais, como você pode conferir aqui!) e imprimir. Não tem muito mistério, é só entrar no link, inserir seu nome, CPF e o valor. O site vai gerar um boleto que você deve pagar no Banco do Brasil. Quando for enviar o livro, o comprovante de pagamento da GRU deve ser enviado junto. 

3 – Imprimir e preencher formulário

Essa parte “burocrática” é sempre mais chatinha, né? Pelo menos para mim, o registro é a etapa que menos gosto de fazer quando termino um livro. Você vai precisar imprimir esse formulário e preencher à mão todos os dados solicitados nele. Também não é nenhum bicho de sete cabeças, se tiver alguma dúvida, pode perguntar aqui nos comentários que tento ajudar. =)

4 – Documentos solicitados

Você precisa enviar uma cópia do seu RG, CPF, e comprovante de residência. 

5 – O Envio

Se você optar por levar a sua obra pessoalmente ao escritório de direitos autorais, sairá de lá com um protocolo de registro. Mas se isso não for possível, é só enviar a DOCUMENTAÇÃO COMPLETA por SEDEX ou Carta Registrada para a sede do EDA no Rio de Janeiro. Neste caso, o requerente não irá receber nenhum protocolo. Deve aguardar comunicado, via Correios, com informações sobre a solicitação encaminhada, observando os prazos estabelecidos na norma vigente. No meu caso, demorou mais ou menos dois meses.

Não esqueça de entrar no site do escritório de direitos autorais para conferir se está tudo certinho. Eu já fiz as duas opções: Entreguei pessoalmente e enviei pelos correios. Para o meu terceiro livro, optei novamente pelo envio. É mais prático e não deu problema algum. Só é preciso checar duas vezes ou mais – se você for estabanado como eu – para não deixar passar nenhuma das exigências.

É isso! Em até 90 dias você estará com o seu registro em mãos! Hora de enviar o livro para as editoras. Boa sorte! =)

Veja mais posts sobrebiblioteca nacional escrever um livro livro livros registro de livro