14 de Setembro de 2016

Famiglia Mancini – restaurante em São Paulo que a gente ama!!

Na nossa última ida até São Paulo, não tivemos muito tempo de rodar pela cidade – infelizmente!! – e como a correria foi grande, o cansaço andou coladinho com a gente. Por isso, não conseguimos fazer nem um pouquinho do roteiro gastronômico que tínhamos planejado. Mas isso não é problema em São Paulo! Como a gente come bem naquele lugar! E se não fizemos o nosso roteiro inicial, as mudanças foram deliciosas da mesma maneira. Tivemos um final de semana bem italiano. Almoçamos e conhecemos o Eataly – depois conto para vocês toda a maravilhosa experiência naquele lugar – e na noite de domingo, fomos ao Famiglia Mancini que eu AMO!!

Já tinha ido algumas vezes ao Famiglia Mancini, mas já tinha algum tempo que não voltava lá. Da última vez que estivemos em Sampa, fomos ao Lellis Trattoria, que eu também adoro – quando digo que tinha que ter nascido na Itália, não estou exagerando. Então, como estávamos mortos de cansados e com fominha, decidimos pela opção mais próxima ao hotel e tão deliciosa quanto pareciam ser as opções que gostaríamos de conhecer.

famiglia mancini

Chegamos lá e pela primeira vez na vida, não peguei fila. Acho que o segredo é ir no domingo, para jantar. Escolhemos o restaurante mais antigo, o Famiglia Mancini mesmo – para quem ainda não conhece, todos os restaurantes da travessa pertencem ao Walter Mancini. Tem pizza, frutos do mar, massas, etc.

No Famiglia Mancini tradicional, o tempo parece não ter passado. É exatamente como me lembro dele quando ainda era novinha. Lembro de estar entediada e escrever postais – que ainda continuam lá para quem quiser escrever para alguém. A decoração do restaurante é romântica e bem fofinha. Ainda tinha um músico tocando violino e andando por todo o restaurante.

Para começar, Vinicius foi até a mesa de frios escolher algumas coisinhas para a gente petiscar. Sério! Dá para ficar só nos frios, de tão gostoso que é e são várias as opções. O quilo não é muito caro e realmente vale a pena.

Ficamos um pouco perdidos na hora de escolher o vinho. Estava com vontade de tomar algum que fosse com a uva Syrah – cismei com essa uva agora!! – e pedi ajuda ao sommelier, que mudou a minha página da Itália para a Argentina e indicou um que eu nunca tinha ouvido falar. Fiquei encantada com o vinho  Dom David – depois ainda pedimos meia garrafa de um Malbec. Depois de comer os frios, escolhemos um espaguete à carbonara – que depois Vinicius fez igual em casa – que estava simplesmente maravilhoso!!

Dom David

Muita gente diz que nem vai ao Famiglia Mancini, pois dizem que é muito caro. É claro que se for comparar com o preço de comprar os ingredientes e fazer em casa, vai sair realmente muito mais caro, mas se for comparar com outros restaurantes – e aqui podem incluir até o Spoleto -, o prato sai por um preço igual ou até mais barato – se você for com mais um casal para dividir a comida. O preço da nossa massa foi mais ou menos R$110,00 – não lembro exatamente. Mas a quantidade que vem, dá para dividir para quatro pessoas facilmente. Nós comemos duas vezes e ainda sobrou metade na bandeja. E é tão, tão gostoso… Que realmente vale muito o repeteco.

Adoro o Famiglia Mancini e mesmo sabendo que são vários os restaurantes que ainda preciso conhecer em Sampa, esse é um que sempre vou pensar em voltar mais e mais vezes. Vocês gostam de lá?

Veja mais posts sobrecomer comer bem Comer fora Dom David Famiglia Mancini gastronomia restaurante sampa são paulo vinho vinhos