30 de Junho de 2016

Filme 10 Years no Netflix

AMO descobrir filmes totalmente por acaso no Netflix. Algumas vezes, eles até enviam para o meu e-mail uma ou outra sugestão que eu curto, mas gosto muito mais quando eu abro o aplicativo e descubro ali novidades que me deixam encantada quando eu assisto. Foi exatamente isso que aconteceu nessa semana, quando depois de trabalhar, resolvi sentar para ver um filme. Passei algumas novidades do catálogo e vi o título 10 Years. Hum… Resolvi dar uma olhadinha na sinopse:

10 Years é um filme de comédia dramática e romântico dirigido por Jamie Linden em sua estréia como diretor. A trama envolve um grupo de amigos que se reúnem 10 anos após a formatura.

Fiquei alguns minutinhos decidindo se apertava ou não para assistir. Vinicius, não muito animado, pediu para que continuássemos a assistir a nossa série do momento – Elementary -, mas eu decidi dar pelo menos cinco minutos de chance ao filme para que, se fosse bom, eu viesse correndo contar para vocês.

10 Years Netflix

Como vocês podem ver, realmente eu gostei do filme, mas ele não é daquele tipo que a gente ama de cara, sabe? Acho que o que me prendeu bastante, desde o início, foi a história do reencontro de amigos do passado. Me identifico muito com essas coisas, pois sou sempre aquela que vive marcando encontros com os amigos da escola, dos prédios antigos e da faculdade.

Confesso que apesar de ter AMADO, senti um ritmo diferente e não tão apaixonante no filme. Não sou crítica de cinema e talvez não saiba explicar muito bem, mas acho que não é aquele tipo de história que faz com que a gente mergulhe desde o início e que nem perceba o tempo passar. 10 Years tem um ritmo diferente, um jeito não tão igual ao que estamos acostumados.

Nele, cada um dos personagens é um protagonista. No início, pensei que o casal principal seria o antigo casal de namorados, que se reencontraria depois de anos. Mas no caso de 10 Years, não só o casal de ex-namorados é protagonista, como também o “zoador” da sala, que resolve pedir desculpas para todos os nerds que ele azucrinou na época que estudavam juntos, como a patricinha, a mais calada de toda a turma, aquele carinha gente boa que virou um músico famoso e assim por diante.

Talvez, se eu não fosse do tipo que ama reencontro com amigos do passado, cinco minutos não tivessem sido suficientes para me prender na história, o que seria uma pena, pois o filme é realmente encantador. Ele retrata muito bem o que acontece na maioria desses reencontros. É legal reconhecer ali pessoas que poderiam ser facilmente seus amigos. São características que sempre existiram e sempre vão existir nas escolas e universidades.

Gosto muito de histórias que são próximas do real, que não contam nada de extraordinário, mas que retratam apenas fatos do cotidiano. É como se pudéssemos de alguma maneira nos ver bem ali, na história daquele filme. Quando terminou, falei para Vinicius que aquela era uma história que eu queria ter escrito. Não são todos os filmes e livros que eu sinto essa vontade, mesmo os que eu amo muito. Mas alguns, como 10 Years, mexem com alguma coisa dentro de mim, que é exatamente o que eu pretendo mexer com os outros quando escrevo meus livros.

Se você ainda não viu, anota na lista e assiste no final de semana. Vale a pena. Depois vem aqui me contar o que achou.

Veja mais posts sobre10 Years amigos amizade comédia romântica escola faculdade filme Netflix reencontro romance universidade