08 de Dezembro de 2016

H Niterói Hotel – Turistas na própria cidade

Quem disse que você não pode ser turista na própria cidade? Ainda mais quando a sua cidade possui uma hospedagem tão deliciosa quanto a do H Niterói Hotel. Se você é niteroiense ou carioca, fica a dica para que não percam essa oportunidade. E se você é turista e está procurando um lugar para se hospedar, não pense duas vezes. O H Niterói Hotel é uma opção perfeita. Nós amamos a experiência e ficamos com vontade de ficar por muito mais tempo.

Mas por que é tão bom assim?

Já tinha conhecido a cobertura do H Niterói Hotel em duas ocasiões. Fomos ao casamento de um casal de amigos nossos no salão de festas e já nos apaixonamos por aquela vista maravilhosa. E mais recentemente, tínhamos ido ao aniversário de uma amiga no bar do deck que também fica na cobertura.

Naquela ocasião, comentei com Vinicius que queria voltar para me hospedar em uma outra oportunidade. Não apenas eu, mas vários dos amigos presentes tiveram a mesma vontade. Na cobertura – em um prédio de 20 andares – fica uma piscina de borda infinita, que só de olhar dá vontade de mergulhar e permanecer ali por muito tempo. E além disso, quem não ama uma vista de tirar o fôlego? Só de pensar em dormir e acordar olhando o cartão postal do Rio de Janeiro – o pão de açúcar e o Cristo Redentor – e também o MAC Niterói, torna quase irresistível a vontade de se hospedar ali.

Dito e feito. Alguns meses depois, voltamos como hóspedes por um dia. E foi tudo como eu esperava? Foi melhor!

Ficamos hospedados no 15º andar. Quando abri a cortina do meu quarto, quase caí para trás de tanto amor. Sério, gente! Uma vista como aquela renova a alma de qualquer pessoa. Não dá vontade de sair da varanda ou da cama para nada. Mas o final da tarde estava lindo e a gente não quis perder a oportunidade de aproveitar o sol e a piscina.

 

Chegamos na piscina e nos apaixonamos ainda mais. Não tem como nenhum stress, tristeza, raiva, cansaço ou qualquer coisa do tipo continuar a te incomodar em um lugar como aquele. Aquele visual, a calmaria daquela piscina, deixam a gente se sentindo cada vez mais feliz.

A vontade era de ficar naquele lugar pelo tempo que fosse possível. Apenas olhando para a vista, sem pensar em mais nada.

Mas é óbvio que a gente não ficaria fora daquela piscina, não é mesmo? A água estava quentinha, maravilhosa…

Depois de aproveitar algumas horinhas, quando a pele começou a dar aquela enrugada – risos!! -, resolvemos sentar na mesinha do deck para tomar uma cervejinha.

Vista incrível, cervejinha gelada e uma companhia perfeita. O que poderia ser melhor?

Curiosa, não resisti e perguntei para o funcionário do deck da piscina sobre o que ele achava de trabalhar ali. E é claro que a resposta foi mais ou menos a que eu daria se também trabalhasse em um lugar como aquele. Ele disse que não tem como ficar estressado naquele lugar. A vista dá alegria e paz para todo mundo.

E aí o sol foi descendo…

E tudo ficou ainda mais bonito.

Descemos para o nosso quarto e enquanto Vinicius tomava banho, sentei na varanda e fiquei ali naquele lugar sem ver o tempo passar. A mente vagava tranquila, guardando aquele cenário para virar cena de livros futuros e uma lembrança que nunca mais quero esquecer.

Vinicius tirou a foto e eu nem vi. Estava alucinada por aquele cenário. Ele quase teve que me obrigar a tomar banho para que a gente fosse jantar. Foi difícil sair dali. Queria ver o céu escurecendo aos poucos.

Tá, mas nem só de vista e piscina se faz um hotel. O que nós achamos do quarto?

MARAVILHOSO!!

Confesso que se eu morasse ali, a primeira e única coisa que eu faria seria tirar a cortina. Risos! Desde o momento que chegamos até a hora de ir embora, não fechamos a cortina nem por um segundo. Ela ficou escancarada para aquela vista perfeita.

O quarto tem um tamanho ótimo, com armário, mesinha, televisão – acreditam que eu só reparei na televisão que era grande e ficava bem na frente da cama, na hora de ir embora? Eu disse que fiquei hipnotizada pela vista!!! – e uma cama dos Deuses!! AMO hotéis que investem em uma cama de qualidade e uma roupa de cama daquelas que sentimos vontade de levar para casa. O H Niterói Hotel caprichou nesses detalhes. O edredom é daquele tipo pesado e delicioso, que parece abraçar a gente e a cama é a King.

Nós dormimos com a cortina exatamente dessa maneira, o que foi incrível, pois teve um show de raios no meio da Baía de Guanabara. Foi lindo, lindo demais. Eu, que normalmente morro de medo de temporal, fiquei mais uma vez hipnotizada pelos raios caindo no meio do mar. Não tive medo. Fiquei realmente encantada com aquela vista e por isso, nem mesmo reparei na televisão.

No dia seguinte, depois do café da manhã maravilhoso – cheio de pães, frios, um ovo mexido delicioso, salsicha, linguicinha, doces… hummmmm… engordei mais um pouco só de lembrar -, voltamos para a piscina, mesmo com o tempo sem sol e com um ventinho quase gelado. Mas como evitar?

Aproveitamos o hotel até a hora de ir embora. Vinicius ainda fez sauna – que é de vidro e também de frente para o mar. Almoçamos por lá e nos deliciamos com uma ótima feijoada – como já contei aqui. 

Esse tipo de coisa realmente me deixa mais feliz, relaxada. AMO quando encontro serviços tão bons como esse.  O H Niterói Hotel realmente arrasou em todos os detalhes. O quarto, as roupas de cama, o café da manhã, o bar no deck da cobertura e essa piscina de borda infinita, de frente para o mar, no vigésimo andar. Tudo isso aliado a essa vista são diferenciais que conquistam qualquer pessoa.

E sinceramente? Não importa se está com sol ou chuva. A beleza do lugar é inquestionável em qualquer clima. Como não se apaixonar?

Quem tiver vontade de conhecer esse cantinho em Niterói que ganhou um lugar no nosso coração, pode achar mais informações no próprio site do H Niterói Hotel. Nós indicamos essa hospedagem com certeza! Amamos o nosso dia de turistas na nossa própria cidade.



Veja mais posts sobreH Niterói Hotel hospedagem Hotel opinião Turismo viagem viajar