25 de Setembro de 2016

Mais uma vez Gilmore Girls

Ontem eu assisti o último episódio, da última temporada de Gilmore Girls. Não, não foi a primeira vez. Foi a terceira. Se for falar a verdade verdadeira, foi a quarta vez que assisti a série. Mas a primeira não conta, pois eu acompanhava pelo SBT e não sabia certinho os dias que passavam, por isso, assistia tudo fora de ordem. Mas em 2011 ou 2012, passei a alugar todos os episódios e depois comprei o box, quando assisti tudo de novo. Esse ano, não pude deixar de comemorar quando soube que a Netflix tinha comprado os direitos e que vai produzir novos episódios – Te amo, Netflix!!!!!! – e passei a fazer uma espécie de contagem regressiva na espera do dia que todas as temporadas passariam a fazer parte da lista. E há dois meses Gilmore Girls chegou na Netflix!!

Gilmore Girls

Mas espera aí, Fernanda! Você não já tinha assistido a série duas vezes e uma mais ou menos? Sim. Mesmo sendo a terceira vez, chorei tudo de novo. Ri tudo de novo. Senti raiva das escolhas da Rory mais uma vez. Morri de amores pelos mocinhos mais uma vez. Cada episódio era uma espécie de matar a saudade de um amigo e me surpreender com tudo como se fosse a primeira vez.

Nenhuma outra série mexeu tanto comigo como Gilmore Girls. É claro que adoro outras histórias, que fiquei viciada em outras séries, mas o amor não se compara. Fiquei tentando entender o motivo de toda essa paixão e acredito que é a mesma coisa que sinto quando leio aqueles livros que são escritos em formato de cartas. Vou tentar explicar melhor.

Algumas séries, filmes e livros são viciantes, pois possuem uma história cheia de ação e acontecimentos que acabam prendendo a gente totalmente. Mas existe Gilmore Girls, @mor, Querida Sue, Simplesmente acontece, A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata (os quatro últimos são livros), que mais do que as ações, o que nos prende na história são os diálogos, a nossa identificação com os sentimentos, com os pensamentos dos personagens, muito mais do que com os acontecimentos em si.

Em Gilmore Girls os diálogos são incríveis. São várias e várias referências ao mundo da música, dos filmes, da literatura. Os acontecimentos? São os mesmos que acontecem nas nossas famílias, com os nossos amigos, vizinhos e com a gente. O primeiro amor, briga com os pais, realização de sonhos, decepções. Poderia ser algo como o show de Truman realmente, uma cidade inteira em formato de Big Brother, mas sem as eliminações.

Gilmore Girls mostra a vida real, a história do cotidiano, as relações de amizade e familiar. Por isso, pelo menos para mim e para milhares de outros fãs, é realmente apaixonante. Amo mais que chocolate e olha que isso não é pouca coisa não. =)

Estava fazendo umas pesquisas na internet e achei um bate papo com os atores de Gilmore Girls realizado no ano passado. Uma pena que não tem legendado, já que o meu inglês não é dos melhores, mas assisti e consegui entender bem. Precisava compartilhar isso com vocês, pois sei que vários amigos também são apaixonados e é uma daquelas entrevistas que todo mundo que ama Gilmore Girls PRECISA assistir!!! Espero que vocês amem tanto quanto eu. É uma opção enquanto a gente espera ansiosamente os novos episódios que estão por vir. É um pedacinho de Stars Hollow no Youtube.

Veja mais posts sobreamor entretenimento filme filmes Gilmore Girls Netflix relacionamento série séries