14 de Dezembro de 2016

O Masterchef e a paixão pela gastronomia -Entrevista com Pedro Lima

Quem ama e assiste o programa MasterChef provavelmente morre de fome na hora que os participantes colocam a mão na massa, não é verdade? Em todas as edições eu deixo para jantar na hora do programa para sofrer menos ao me deparar com todas aquelas delícias. Fico morrendo de vontade de provar tudo o que é feito ali. Adoraria ser uma jurada.
Outro dia estava em um evento gastronômico em Niterói – coisa que eu amo – e dei de cara com o espaço do Pedro Lima, que ficou no Top 10 do 3º MasterChef Brasil. É claro que não resisti e lá fui eu experimentar o arroz de pato feito por ele. Estava uma delícia!!!
Quando comecei a fazer essas entrevistas de quarta, fui logo falar com Pedro, pois além de cozinhar muito bem, também é muito simpático. Ele topou na hora. Descobri na entrevista que a paixão pela gastronomia começou depois da inscrição no MasterChef. Não é ótimo quando a gente descobre por acaso uma paixão que muda bastante a nossa vida, abrindo novas oportunidades?
Confira a entrevista:
– Antes de participar do MasterChef qual era a sua profissão? Em que você se formou?
Consultor empresarial com enfase em TI. Sou formado em Gestão da Tecnologia da Informação.
– Como surgiu a ideia e a vontade de participar do programa?
Principalmente por incentivo de Amigos. Depois de começar a cozinhar, meados de 2012 peguei o gosto de receber amigos em casa e eu era sempre o que se atrevia a preparar as comidas, e quando eles perceberam isto, começaram a me incentivar a participar.
– Você decidiu aprender a cozinhar quando foi morar sozinho, em 2012. Antes disso você não cozinhava nada? 
Isso mesmo, em 2012… alguns meses antes de casar eu fui morar sozinho. Realmente não cozinhava nada, minha mãe sempre foi a responsável pela comida de casa e eu não tinha interesse por isso. A cozinha veio por uma necessidade, quando fui morar sozinho tive que aprender na “marra”, e comecei a pegar o gosto pela cozinha.
– Para ter feito a inscrição no MasterChef alguma paixão pela gastronomia você passou a ter, né? Como surgiu essa paixão?
Na verdade, a paixão veio durante as provas de seleção do MasterChef. Antes da prova do avental existem várias outras etapas. A medida que fui passando, a paixão veio pouco a pouco, me motivando a aprender mais, a estudar sem parar. A paixão por estudar novas receitas, novos ingredientes veio de tal forma que não parei mais.
– Você diria que o MasterChef foi um aprendizado? O que o programa mudou na sua vida?
Sem dúvida alguma, o MasterChef veio pra mim como uma escola e um incentivo para continuar. O programa me deu o pontapé que precisava para descobrir uma nova carreira.
– Depois de ter participado do MasterChef você passou a trabalhar totalmente com a gastronomia? O que está fazendo agora e quais são os seus planos para o futuro?
Assim que saí do programa sim, fiquei 100% focado em gastronomia. Fui para o restaurante Olympe (Chef Claude Troisgros – 1 Estrela Michelin), onde estagiei por mais de 3 meses, em seguida participei de alguns eventos gastronômicos onde montei a minha “marca” – Pedro Lima Gastronomia – com Workshops, Personal Chef, Eventos. Por enquanto, ainda tenho parte da minha renda gerada pela TI, mas quem sabe no futuro 100% desta, venha da gastronomia?
– O que você mais ama cozinhar e o que menos gosta?
Mais amo cozinhar? Difícil responder, mas acho que são comidas salgadas e a base de carne vermelha. Menos gosto? Massas.
– O que é mais legal nessa profissão? E o que é mais difícil?
Ver a expressão de felicidade e de alegria que a comida gera nas pessoas é o mais legal. Agradar várias pessoas com a mesma comida é o mais difícil. Risos.
– Muitas pessoas sonham em trabalhar com o que amam, mas nem todos têm a coragem de ir atrás de seus sonhos. Que conselho você dá para todos aqueles que amam a gastronomia, sonham em ser chef, mas não dão um passo maior para que isso comece a virar realidade?
Acredite e avance degrau por degrau. Tem espaço para todos.




Eles largaram tudo no Brasil e foram conhecer o mundo – Entrevista com o casal YesBeFree

Entrevista com Patrícia Brazil – criadora do Grupo It Brazil

Entrevista com o criador do clube Vinhos de Bicicleta

Entrevista com a jornalista, empreendedora e escritora Renata Frade

Entrevista com os criadores da plataforma Meu Bistrô

Entrevista com o criador do Leitura no Vagão

Entrevista com o jogador de futebol Felipe Melo

Entrevista com o árbitro Marcelo de Lima Henrique

Entrevista Profissão Escritora – com Fernanda Belém

Entrevista sobre a profissão de agente de jogador de futebol com Alexandre Uram 

Veja mais posts sobreentrevisa gastronomia inspiração MasterChef Pedro Lima