23 de Maio de 2016

Onde comer em Visconde de Mauá

Comer em Visconde de Mauá é uma das coisas mais deliciosas do mundo. Do restaurante mais simples ao sofisticado, tudo é bem temperado, gostoso e cheio de sabor. Nós amamos todos os restaurantes que fomos, mas resolvi fazer um post com os imperdíveis que nós conhecemos para que vocês coloquem no roteiro quando forem até lá.

Restaurante Chef Mauro Júnior

Lembrei que tinha lido algo sobre ele na internet e paramos lá para experimentar, é delicioso!! Como fomos uma semana depois da festa do pinhão, resolvemos entrar no clima e pedir de entrada uma linguiça de truta,  acompanhada de geleia de pimenta e farofa de pinhão. Mais uma vez agradeci a mim mesma por não ser mais fresca para comer e por já experimentar de tudo. A farofa de pinhão era muito gostosa e eu nunca tinha comido pinhão na vida. A linguiça também era ótima, principalmente com o docinho da geleia de pimenta. Para acompanhar, pedimos a cerveja local – Serra Gelada – para provar e amamos!

Linguiça de Truta - Restaurante chef Mauro Junior

De prato principal eu pedi uma truta gratinada com molho de queijo e batatas aos murros e Vinicius comeu uma truta com molho de gorgonzola e banana grelhada. Não sei qual era o mais gostoso, Vi garante que era o dele, mas eu tenho as minhas dúvidas. Os dois estavam perfeitos! Tão perfeitos que mesmo o prato sendo enorme, não deixamos sobrar nada para contar história.

Truta gratinada Restaurante Chef Mauro Junior

 Restaurante Mauro Junior

Sem dúvida nenhuma, esse é um restaurante que sempre vamos indicar aos amigos que queiram comer uma truta bem saborosa e que vamos voltar quando estivermos em Visconde de Mauá de novo.

Restaurante Borbulha

Confesso que eu estava um pouco em dúvida antes de ir comer no Borbulha – esse é o problema de não fazer pesquisas antes de viajar. O restaurante é todo temático. Tem um museu de vinil, as cadeiras são todas com forro de coração, tudo é cheio de detalhes românticos e musicais. Mas fiquei pensando – será que a comida também é boa?Se eu tivesse olhado antes na internet, descobriria que esse é um dos restaurantes mais famosos e bem avaliados da região. Mas descobri isso nas paredes do restaurante, quando vi que diversas celebridades já passaram por lá ao longo dos anos.

Restaurante Borbulha - museu do Vinil

Infelizmente, eu e Vinicius ainda estávamos satisfeitos com o almoço e a fome para jantar não era muito grande. Mesmo assim, resolvi experimentar um talharim com Filé Mignon, que vi as mesas ao lado pedindo. Que carne era aquela? Macia e muitooooooo saborosa. Vinicius, que tinha pedido uma canja de galinha, acabou ficando depois com metade do meu prato, pois não aguentei comer tudo. Mas a pena de jogar fora aquela maravilha de carne era tão grande, que ele ficou com a missão de terminar o prato. Estava com vontade de beber vinho, mas esse é o único ponto negativo da casa. Apesar de ter um Pera Manca por 900 reais (o menor preço que vi desse tinto até hoje), tem vinhos simples saindo por 150. Achei cara a carta de vinhos. Por isso, bebemos uma cerveja do sul chamada Kalena, que estava uma delícia.

Restaurante Borbulha

Ah, enquanto você janta, pode escolher a música que quiser e ele, com a coleção gigantesca de vinil, acha a que você quer entre os discos e coloca para tocar. Não quisemos escolher nenhuma, pois a trilha sonora que eles estavam colocando estava perfeita!

O restaurante é cheio de detalhes diferentes e fofos. O garçom e o dono são muito, muito simpáticos e atenciosos. Ficamos conversando no final sobre música e também sobre os jornalistas esportivos que estavam nas fotos e que eu conhecia. O dono falou que fez uma aposta anos atrás com Alex Escobar e que ele ganhou. Aí, Alex, tá devendo alguma coisa de camarão para o dono do Borbulha, hein? Risos!

Restaurante Casa Di Pedra   

Como fomos para Mauá em dia de semana, muitos restaurantes estavam fechados. O Casa di Pedra foi um que estávamos loucos para ir, mas que só abriu na quarta-feira. Não perdemos tempo e fomos nesse dia mesmo para lá. Foi ainda mais gostoso do que esperávamos.

Restaurante Casa di Pedra

Como estava bem frio, decidimos beber vinho, mas senti que Vinicius estava de olho no chope da casa. Falei para a garçonete que era uma pena o frio, pois queríamos tanto provar o chope que era fabricado ali. Gentilmente, ela voltou para a nossa mesa com uma canequinha para que fizéssemos a provinha da cerveja. Deliciosaaaa!! Deu até vontade de beber mais, mas escolhemos um vinho EA, da Cartuxa que eu adoro para acompanhar a massa.

Chpp da casa - Casa di Pedra

Pedimos uma pizza grande de dois sabores – Vinicius arriscou uma com fruta que foi deliciosa, o nome é Maromba e fica a dica para quem for nesse restaurante. A garçonete disse que é uma das favoritas dela. E realmente é muito boa. Como já tínhamos arriscado bem em um dos sabores, pedimos a outra metade de calabresa para garantir. Todas estavam ótimas.

Pizza Maromba Casa Di Pedra Mauá

Para finalizar, ainda pedimos um brownie de sobremesa e tudo foi perfeito. Saímos de lá com a certeza de que vamos voltar outro dia.

Restaurante Bistrô das Meninas

Já tínhamos passado na frente desse restaurante a semana inteira, mas como ele ficava mais recuado e parecia ser bem pequeno – e é -, não tinha chamado tanta a nossa atenção. Mas aí, buscando informações sobre Mauá na internet, Vinicius leu em um blog a dica sobre o Bistrô das Meninas e eu fiquei animada para conhecer.

Bistrô das Meninas Mauá

Quando chegamos lá, fiquei encantada com o lugar. Os cardápios são todos escritos à mão – tanto o de vinho, quanto o da comida e tem uma livraria super fofa lá dentro também. Não só fiquei apaixonada, quanto sonhei em um dia ter um lugar como aquele para chamar de meu.

Livraria Bistrô das Meninas

As comidas são muito bem elaboradas e algumas bem diferentes. Mais uma vez deixei a Fernanda fresca de lado e pedi um medalhão com risoto de queijo de cabra e uma redução de balsâmico com cebola caramelizada. Vinicius comeu uma truta com salada. As duas refeições estavam dos Deuses!! Vi escolheu uma cerveja escura, mas como eu estava um pouco gripada e com frio, pedi uma taça de vinho para mim, era um português bem gostoso.

Bistrô das Meninas Medalhão com Risoto

Bistrô das Meninas Truta

Esse é mais um lugar que eu indico para todos que gostam de comer bem e que queiram experimentar comidas diferentes. O atendimento é ótimo e o lugar é um charme.

Restaurante Costa Brava – A Casa do Fondue

DSC_0670

A Casa do Fondue, que fica em Maringá-MG foi a nossa escolha para comer o rodízio de fondue em Mauá. Pensamos também em ir no Maison do Fondue, mas seguimos a dica de uma moça de Mauá e fomos no outro. Escolhemos o mini-festival e foi mais do que suficiente para nós dois. Experimentamos o de queijo, carne – que vem com filé mignon, camarão, frango e molhinhos – e o de chocolate servido com diversas frutas. Delicioso!!!

Costa Brava Casa do Fondue

Vimos que a maioria dos outros lugares que servem fondue, incluindo o Maison, colocam uma chapa no de carne. Na Casa do Fondue é aquele tradicional mesmo – o que eu prefiro.

Para acompanhar, pedimos um Primitivo. Engraçado, desde quando provei o meu primeiro Primitivo, nunca dei azar com essa uva. Todos até agora foram bem gostosos. Então, quando não sei o que pedir, acabo indo nesse e não tem erro.

Adega Costa Brava Casa do Fondue Mauá

Veja mais posts sobreMaringá onde comer restaurante restaurantes Visconde de mauá