15 de Novembro de 2015

Aprendam sobre o amor com Passarinha

Existem alguns livros que eu acho que precisavam fazer parte de uma lista obrigatória de leitura. São histórias que nos fazem refletir e pensar no que acontece ao redor do mundo e muito mais nas outras pessoas. Claro que adoro um romance, uma história estilo sessão da tarde. Mas também amo ler o que me provoca, o que me deixa pensando antes de dormir, o que faz com que eu sinta vontade de fazer alguma coisa para alguém. Tive o prazer de ter uma leitura que mexeu muito comigo – Passarinha, da Editora Valentina.

Passarinha

Uma história doce, contada por uma menina com Síndrome de Asperger, que perdeu o seu irmão em um massacre na escola. Com essa temática, como o livro pode ser doce? Ele é. E por isso mesmo é brilhante!

Passarinha mexe com nossa cabeça e com nosso coração. Fiquei pensando em como a gente estranha o diferente e em como muitas vezes nem procuramos entender o que acontece com alguém. Se a gente se colocasse mais no lugar das outras pessoas, se olhássemos mais ao nosso redor ao invés de ficarmos tão obcecados pelos nossos próprios umbigos, talvez existissem menos guerras, menos ódio e menos tragédias.

Caitlin, a protagonista de Passarinha, dá um tapa na nossa cara a cada pensamento, reflexão e descoberta. Ela faz com que a gente pare por alguns segundos e pense em tudo o que ela aprendeu.

É muito mais do que um livro. É uma história que com certeza entra na nossa alma, que mexe com a gente e que faz com que tenhamos vontade de prestar mais atenção nos outros.

A autora é brilhante, trata de temas fortes, mas mostrando para a gente que mesmo em meio a situações adversas, existem sorrisos, amizades e pessoas boas. Esses mesmos temas na maioria das vezes são abordados de uma maneira “apelativa” que nos fazem pensar “ah, que peninha!”, “pobrezinha!”… E por isso, tiro o chapéu para quem faz diferente.

Acho que as escolas precisavam pensar em livros como Passarinha para serem leituras obrigatórias. Além de serem livros com uma linguagem gostosa, ainda são histórias carregadas de cultura e valores. E isso é muito mais importante na formação de uma pessoa do que palavras rebuscadas e “o que pode cair no vestibular”.

Veja mais posts sobreamor Editora Valentina livro livros Passarinha reflexão