22 de Outubro de 2017

Plano de Parto – O que é?

Na sexta eu tirei uma foto do meu plano de parto e coloquei no Instagram e na minha página do Facebook. Percebi que muitas pessoas se assustaram achando que a Julia já estava chegando (está perto, mas ainda falta um pouco!!!) e outras não faziam ideia do que era aquilo. Então, achei que era legal falar um pouquinho sobre ele.

A primeira vez que ouvi falar em plano de parto foi em um dos vídeos da Flávia Calina e já tinha achado um barato aquele planejamento. Na última consulta com a minha obstetra ela me entregou o plano de parto para que eu começasse a ler e preencher com Vinicius. Saí do consultório feliz da vida, doida para ler o que tinha naquelas folhas.

Enquanto conversava com amigas sobre esse planejamento, descobri que isso não é feito por todos os médicos – coisa que eu lamento muito – e que nenhuma delas recebeu um plano de parto para preencher. Algumas acreditaram que era por terem escolhido o parto cesariano, mas isso não é verdade, pois o plano de parto engloba tudo – Parto Normal, Parto Cesárea e Pós Parto.

Mas o que é o Plano de Parto?

É um planejamento para que você informe ao médico todas as suas vontades para o seu grande momento. Ele trata não apenas do que você espera, como também te faz pensar em alternativas para um plano B e para que você não seja pega de surpresa, caso alguma coisa não seja do jeito que você imaginou.

Para quem escolhe o parto cesárea (ou para quem precisa dele como um plano B), o plano de parto pede que você informe se quer ficar com os braços soltos, se quer que abaixem aquele pano cirúrgico quando o neném estiver nascendo para que você possa ver ele saindo da barriga, se quer que o primeiro exame realizado no bebê seja no seu colo e várias outras decisões.

Acho isso tão importante. Afinal, são as primeiras decisões sobre o seu filho. Lamento muito saber que existem médicos que nem mesmo apresentam essas opções para futuras mamães. Tem muita mulher que nem chega a saber que essas possibilidades existem. Acabam passando por partos frios, achando que todos são assim e que uma cesárea mais humanizada não é possível.

Além de tudo isso, no plano de parto você também informa suas vontades para depois que o neném chegar. Vai receber visitas? Que horas? Quanto tempo você quer o neném no seu quarto? O tempo todo, durante parte do dia, apenas na hora de amamentar? Ah, também faz você pensar e já planejar sobre a amamentação.

O que eu achei ainda mais legal é que existem coisas que eu nem sabia ou que nem tinha parado para pensar sobre. E o plano de parto me fez buscar mais informações sobre aquelas opções. De qualquer maneira, minha obstetra pediu que eu marcasse uma consulta com a enfermeira da equipe dela (que, pelo que eu entendi, faz também um papel quase de doula) e além de todas as outras coisas, ela também vai preencher junto com a gente o plano de parto. Pois na consulta com ela, vamos conversar sobre todas as etapas do parto e sobre tudo o que pode acontecer quando começarem as contrações. É claro que já estou ansiosa por essa consulta e depois venho contar tudo para vocês.

Então, o que eu sugiro é que você escolha muito bem a sua obstetra e que não deixe de falar com ela sobre o plano de parto. Acho que toda grávida merece esse respeito e essa possibilidade de fazer opções sobre o que quer para o seu corpo e para o seu filho no dia do nascimento.




Veja mais posts sobregravidez maternidade obstetra parto plano de parto