07 de Agosto de 2016

A polêmica da cerimônia de abertura das Olimpíadas

abertura olimpíadas

Acho engraçado e até bizarro ler pessoas falando que a cerimônia de abertura das olimpíadas foi uma vergonha por ter mostrado a favela em paz, por não ter mostrado nossos problemas e por aí vai. Como disse outro dia, tem muito brasileiro que ama cuspir na própria cabeça. Todos os países têm seus problemas, a diferença entre a gente e os países inteligentes, é que tanto governantes quanto o próprio público sabem que roupa suja a gente lava em casa, não mostra para o mundo. Para o mundo todo mundo só mostra o lado bom, a beleza. O que tem de legal para se ver.

Não é mudar a realidade que se vive, é apenas mostrar a metade cheia do copo, o que realmente temos de bom.

Ontem mesmo o governo francês estava falando da sua candidatura para 2024. Quando questionado sobre segurança e atentados terroristas, eles não falaram sobre tudo que aconteceu de terrível recentemente, falaram sobre o que eles acreditam que é o melhor deles.

E é assim que se cresce. Quem lamenta suas mazelas, seus defeitos e não reconhece nem enaltece suas qualidades, a tendência é seguir para o buraco. Nós realmente temos muitos problemas, mas não vivemos apenas deles. E ontem deu para ver um pouco disso, em cada sorriso de atleta, voluntários e público.

Não é o pão e circo. É saber que “tudo vale a pena se a alma não é pequena”. E que mesmo com todos os problemas, nós ainda somos grandes e podemos dar a volta por cima e crescer mais e mais. Melhorar sempre. E sim, a abertura das Olimpíadas foi linda!!

Veja mais posts sobreabertura Olimpíadas esporte Olimpíadas polêmica Rio 2016