26 de Outubro de 2017

Qual é o momento certo de engravidar?

Muitas pessoas se perguntam qual é o momento certo de engravidar. Acredito que essa seja uma pergunta complicada, pois não existe uma resposta exata para isso. O momento pode ser o mais cedo, o mais tarde e também nunca acontecer. Ninguém é obrigada a ser mãe – pelo menos não deveria. Mas se resolve ser, acho que o ideal é ter muita vontade mesmo.

Estava conversando com amigas sobre isso. Para todo mundo, foi uma surpresa quando contamos sobre a minha gravidez. Isso aconteceu, pois durante alguns anos muitas pessoas me cobraram um filho e eu dizia que quando achasse que deveria ter, começaria a tentar e se não quisesse ter, também não tentaria. Eu hein? Que mania chata essa que as pessoas têm de achar que todo casal tem que ter filho.

Contei para as minhas amigas que o melhor conselho que recebi desde que casei foi “o momento certo de engravidar é quando você achar que chegou o momento de mudar as prioridades, os passeios… Quando achar que o que você tem já não está fazendo todo o sentido”. E foi exatamente o que aconteceu com a gente. Curtimos muito os quatro primeiros anos do casamento. Aproveitamos a casa só pra gente, as bagunças com os amigos, os bares, as cervejinhas até altas horas com direito a reclamação de vizinhos e por aí vai… Mas da mesma maneira que ninguém fica adolescente para sempre – alguns até ficam, vai entender como não cansam, né? – , também enjoa a bagunça eterna.

Pelo menos com a gente isso aconteceu. No ano passado eu comecei a não sentir mais tanto prazer em fazer os programas que fazíamos quase todo final de semana. Estava começando a sentir uma vontade maior de fazer outras coisas. E, além disso, comecei a desejar transformar o nosso amor em alguém. Comecei a olhar para o banco de trás do carro e sonhar com uma pessoinha ali. Passei a sentir um desejo enorme de contar histórias, fazer viagens para hotéis fazenda, inventar brincadeiras para alguém que ainda nem existia. E foi assim, aos poucos e cada vez com mais intensidade que aflorou em mim o desejo de ser mãe.

Fiquei bem quietinha. Não contei para ninguém além do Vi e no final do ano passado, quando o desejo de ser pai também passou a fazer sentido na vida dele, decidimos que tinha chegado a hora.

Mas por que é tão importante esperar por esse momento, esse desejo?

Na minha opinião – não sou nenhuma especialista no assunto -, um filho é uma das maiores responsabilidades da vida. Não só a responsabilidade de ter que cuidar de alguém que depende totalmente de você durante muitos anos, mas também a responsabilidade de criar uma pessoa com um caráter legal, com valores, alguém que vai se transformar em um bom adulto.

E é daí também que eu acredito que vem o desejo de educar, de estar presente, de dar atenção e de ser bons pais. Quando você assume essa responsabilidade sem estar preparado, acredito que a frustração e o cansaço sejam enormes. Você não vê o filho como uma mudança de prioridades, mas como um eterno abrir mão de coisas que você amava para cuidar de outra pessoa.

Sou muito grata por ter tido a consciência de esperar o meu momento chegar. Estava relendo o meu caderninho de metas para esse ano e a maior delas era “quero ser mãe”. Joguei para o universo e ele me deu o que eu pedi. Hoje, eu me sinto pronta para enfrentar as noites sem dormir, os medos, as dúvidas, as alegrias, os passeios em hotéis fazenda, as festinhas de criança, os dias no pediatra, os choros, os sorrisos e tudo mais. Não vou abrir mão de nada. Na verdade, mudei a direção no jogo da vida e escolhi seguir por outro caminho agora. E isso me deixa a cada dia mais feliz.

Se existe um momento certo de engravidar, é aquele que você vai se adaptar ao neném ao invés de trazer ao mundo alguém que precisará se adaptar a você. É quando você se sentir louca de vontade de ensinar, viver, estar presente na vida dessa pessoinha.



Veja mais posts sobreengravidar gravidez maternidade momento certo de engravidar