29 de Dezembro de 2015

Qual é o trabalho que você não pode deixar de fazer?

Sabe quando você encontra uma pessoa que pensa exatamente como você? Foi assim que me senti quando assisti a palestra de Scott Dinsmore para o Ted. Quando ele faz a pergunta “Qual é o trabalho que você não pode deixar de fazer” e começa falando sobre a quantidade de pessoas que vivem infelizes em seus empregos, fiquei totalmente presa ao que ele dizia.

Desde a época da faculdade eu penso exatamente da mesma maneira que ele: Não adianta você “construir uma carreira” fazendo coisas que não gosta apenas com o objetivo de melhorar o seu currículo, pois a vida é muito curta e você acaba passando a maior parte do tempo apenas sonhando com o dia que você vai conseguir realizar o que você realmente gosta – e esse dia pode nunca chegar.

Feliz no trabalho

“Você é a média das cinco pessoas com as quais passa a maior parte do tempo”

Sempre acreditei nesse pensamento. Vira e mexe eu converso com Vinicius exatamente isso. Gosto de frequentar determinados lugares, admiro certas pessoas e, sim, me inspiro em comportamentos, padrões de vida que quero para mim. Dessa maneira, vou acreditando e trabalhando para conseguir alcançar meus objetivos e minhas metas.

Nem todos os familiares – graças a Deus os meus pais sempre apostaram nos meus sonhos – entendem e apoiam as suas escolhas. Os amigos? Pode ser normal que eles achem que você vive com a cabeça no mundo da lua e que está delirando com seus planos. Ninguém faz isso por mal. As pessoas que gostam de você não dizem que o seu desejo é impossível com o objetivo de te colocar para baixo. Eles realmente acreditam no que estão falando, pois é um padrão de mais da metade da sociedade acreditar que o certo é você ser uma espécie de robô, com hora certa para levantar, tomar o café, se arrumar, ir para o escritório, fazer as tarefas diárias, voltar no horário e só então começar a ter vontade própria mais uma vez.

Muitas pessoas dizem que precisam pagar contas, que não possuem outra opção e acreditam tanto que essa é uma verdade absoluta que não conseguem sair do lugar, mesmo se fosse possível – e normalmente é. Uma ideia inovadora vai parecer louca, mas todas as ideias inusitadas que deram certo também começaram da mesma maneira. Uma paixão pode te deixar rico, mesmo que 99% das pessoas que você conhece digam que é impossível.

Tudo aquilo que você faz com amor, dedicação, conhecimento, vai dar resultado. Em alguns casos, pode ter a sorte de acontecer de uma hora para a outra. Como também pode demorar alguns anos. Mas elas podem acontecer se você trabalhar de verdade para isso.  Como Scott Dinsmore disse, você precisa começar a andar, conversar, entrevistar, assistir palestras de pessoas que inspiram você, pois são essas pessoas que vão fazer você alcançar aquilo que deseja. Você vai trabalhar a sua mente exatamente para isso, vai ficar mais seguro e acreditar que é possível realizar.

Assim como Scott Dinsmore eu acredito que todos podem trabalham com aquilo que amam, basta descobrir o que é e batalhar por isso. É como diria Renato Russo – “Quem acredita sempre alcança”.

Veja mais posts sobreamor empreendedorismo paixão trabalho