30 de Agosto de 2016

A separação de William Bonner e Fátima Bernardes

Desde ontem eu só vejo pessoas comentando sobre a separação de William Bonner e Fátima Bernardes. São os mais diversos comentários, mas a maioria demonstra surpresa e fala sobre não acreditar mais no amor depois que isso aconteceu. Calma, pessoal! Muita calma nessa hora! Tenho certeza que nem mesmo o Bonner e a Fátima vão deixar de acreditar nesse sentimento tão importante nas nossas vidas. O fim de um relacionamento não é a morte do amor.

separação fátima bernardes e william bonner

Não sei o que aconteceu com eles e nem acho que isso importa a mais ninguém além dos dois. Existem vários motivos para o fim de um relacionamento. Pode envolver polêmicas, grandes histórias, mas também pode ser apenas um esgotamento. De repente, o que era amor deixou de ser. Não que eles não tenham se amado por todos esses anos. O fim não pode desmerecer toda a história que eles construíram, todo o carinho que sentiram um pelo outro, toda a família que formaram. Muitas vezes o fim é apenas o fim. Sem grandes dramas, sem nada mirabolante, apenas uma mudança de amor.

Sempre que coisas assim acontecem, penso no Marcelo Novaes e na Letícia Spiller. Eles sempre foram – desde Quatro por Quatro – o meu casal favorito. Lindos, fofos e pareciam o casal perfeito. Tiveram filhos, se separaram e continuaram amigos. O amor acabou? Talvez tenha apenas se transformado – e confesso que sempre torci para que se transformasse em amor de amor de novo!! =)

Penso que uma separação já deve ser uma coisa difícil – pois nem sempre o “fim” do amor acontece da mesma maneira para as duas pessoas e um deles pode estar mais triste, mais magoado ou mais sensível – e sendo “pessoa pública” deve ser ainda pior, pois todo mundo se acha no direito de meter o bedelho (até eu estou aqui falando sobre isso!!). A dor do que já não é mais deve ser ainda pior para quem não pode simplesmente se recolher por um tempo.

Eu acredito e sempre vou acreditar no amor eterno. Alguns podem durar a vida inteira e outros podem durar menos que isso, mas nem por isso vai deixar de ser amor.  Ninguém morreu, eles apenas decidiram seguir por caminhos diferentes nesse momento. William Bonner e Fátima Bernardes construíram uma história linda, tanto profissional quanto pessoal. Foi amor, foi eterno enquanto durou.

A separação deles pode ser definitiva ou apenas uma vírgula na história que construíram até aqui. E a gente não tem nada a ver com isso. Ficamos apenas na torcida para que aconteça o melhor para os dois. Se no futuro perceberem que ainda é amor, nada impede que voltem a ficar juntos.

Como já disse antes por aqui, ninguém deve deixar de viver uma história por ter medo de um dia ela acabar. É melhor viver o amor que pode ser para toda a vida ou por um instante do que viver a vida inteira sem amor nenhum.

Veja mais posts sobreamor família Fátima Bernardes relacionamento separação término William Bonner