09 de Janeiro de 2017

Paixão de Aluguel na Netflix

Ontem eu pedi ajuda aos meus amigos do Facebook, pois não conseguia encontrar mais nenhuma comédia romântica que ainda não tivesse visto na parte de sugestões e aí a Analu Ricardo me indicou o Paixão de Aluguel. Adorei a dica, pois além de ainda não ter assistido, o filme é com a Hilary Duff e eu ADORO os filmes dela – e a série também!

Paixão de Aluguel é aquele tipo de filme que toda apaixonada por comédia romântica vai amar. Claro que assim como a maior parte dos filmes que seguem essa linha, ele é cheio de situações clichês, mas também é bem fofo.

Algumas histórias possuem situações que a gente sabe que nunca vão acontecer “na vida real” – claro que podem, sim, já ter acontecido com alguém em algum lugar do mundo -, mas que ainda assim, são tão divertidas e engraçadas que encaixam perfeitamente bem no livro ou filme.

É o caso de Paixão de Aluguel, que a personagem da Hilary Duff quer que a sua mãe pare de “fugir” das cidades depois de terminar seus relacionamentos – é o que ela sempre faz e as meninas precisam se mudar com muita frequência, nunca conseguindo fazer amizades nas escolas. Para que sua mãe fique de vez em Nova Iorque, ela resolve “criar” um pretendente perfeito para a sua mãe. Não vou contar mais, para não dar spoiler para quem ainda não viu.

Mas o que acontece a partir desse momento, é fofo e também com diversas cenas divertidas. E sabe, não é só a mãe dela que pode encontrar alguém especial. Tá bom! Parei! Não falo mais nada.

Se você ainda não tiver assistido, não deixe de ver. O filme é estilo sessão da tarde, bem levinho, para assistir comendo pipoca. Eu indico!




Veja mais posts sobrecomédia romântica filme filmes Netflix Paixão de aluguel romance
03 de Janeiro de 2017

Tyler Perry’s The Single Moms Club na Netflix

Estava buscando um filme novo  na Netflix e achei o Tyler Perry’s The Single Moms Club. Gostei da sinopse e decidi que assistiria aquele mesmo. Apesar de ser uma “comédia romântica” e de ter alguns clichês já conhecidos por todos nós, achei o filme ótimo! Ele também me deixou pensando em diversas questões do dia a dia de várias mães.

O Tyler Perry’s The Single Moms Club já começa deixando a gente – mulheres – com um pouco de raiva. Seja você mãe ou não. Sabe por quê? A história começa com cinco mulheres que precisam deixar seus trabalhos durante o horário do almoço para ir até a escola de seus filhos para uma reunião com a diretora. Alguns dos chefes reclamam das prioridades daquelas mulheres que deixam seus afazeres para cumprir uma “tarefa” pessoal. E logo na primeira cena na escola, quando a diretora pergunta pelos pais, as mães respondem que eles não puderam ir, pois estão trabalhando – algumas são separadas e os maridos fazem chantagem com a pensão dos filhos e as outras praticamente nem têm os pais das crianças – um está preso, o outro é drogado e o outro realmente não existe, pois a mãe decidiu fazer inseminação artificial de alguém que ela nunca soube quem é. Mas o que me deu raivinha é que os dois que poderiam ir, não foram por estarem trabalhando, mas elas também estavam trabalhando e mesmo assim tiveram que dar um jeito.

O filme não passa muito longe da realidade de uma mãe. Ele mostra o perrengue que é ter um filho e como é a mãe que fica responsável – na maior parte do tempo – por tudo de uma criança. É a mulher que na maioria dos casos precisa se virar em duas ou três para dar conta da carreira, da educação dos filhos e da casa. Enquanto muitos filmes mostram apenas o lado bom da construção da família, achei muito legal ver que Tyler Perry’s The Single Moms Club mostra que nem tudo são flores e que é necessário muito amor e disposição para não enlouquecer.

E o que eu achei mais legal foi como as mães, de diferentes classes sociais, estilos e costumes tinham tantas coisas em comum. Mulheres que criaram seus filhos sozinhos, que precisaram lidar com medo, dúvidas, tristezas e alegrias. Elas passaram a formar um clube de mães solteiras e tiveram a ideia de uma ajudar a outra para que todas pudessem viver também como mulher, não apenas como mães.

A ideia do filme Tyler Perry’s The Single Moms Club é bem legal, divertida e com certeza vai fazer você rir com as protagonistas e torcer para que no final, tudo dê certo. Fica a dica de mais esse filme para vocês!




Veja mais posts sobre comédia romântica filhos filme filmes mãe Netflix Tyler Perry's The Single Moms Club