23 de Abril de 2017

7 motivos para você nunca namorar uma escritora

Hoje eu vou te dar 7 motivos para nunca namorar uma escritora. Mas se mesmo depois disso tudo, você ainda quiser arriscar… A escolha é toda sua.

1 – Você vai virar um personagem

Não importa o tempo que passaram juntos. Você provavelmente irá parar em alguma crônica, conto ou livro. Pode vir a ser um protagonista, um coadjuvante, vilão ou até mesmo uma vítima. Mas em algum momento, você descobrirá um personagem com a sua cara, seu jeito e suas manias. Pode apostar.

2 – Você pode virar um livro

Nem sempre apenas um personagem… Se você decidir namorar uma escritora, pode ser fonte de inspiração para que ela escreva um livro inteiro com a história que vocês viveram ou vivem. Não importa se foi uma história de 10 anos, de uma vida inteira ou de uma semana, se ela achar que dá um livro, dá um livro. Prepare-se.

3 – Ela AMA detalhes, conte direito a sua história

Se você resolver contar para ela alguma coisa que ouviu ou que aconteceu com você, não esqueça dos detalhes. Uma escritora não se contenta com uma história meia boca. Ela vai querer saber tudo o que foi dito, como foi dito e a reação das pessoas. Não adianta vir com um “Estava tendo uma briga na esquina”. Ela vai querer saber como eram as pessoas que estavam brigando, o motivo e como tudo se resolveu. Mesmo que você tenha passado correndo pelo local e não saiba de mais nada, ela vai querer mais informações.

4 – Ela vai suspirar por outros bem na sua frente… Não fique com ciúmes

Mesmo que você esteja ao lado dela, se ela estiver escrevendo uma história, ela vai suspirar enquanto escreve uma cena de romance. Se você namorar uma escritora de romances, ela vai ter mil e um amores literários. Não sinta ciúmes. Para uma história ficar realmente boa, a primeira pessoa que precisa se apaixonar pelo protagonista é a própria escritora. Se ela não suspirar de amores por ele, é porque está faltando alguma coisa.

5 – Esteja pronto para ouvir a qualquer momento

Pode ser no meio do trabalho, da madrugada ou do jogo de futebol do seu time. Se ela achar que precisa de uma opinião, ela vai dizer “Posso ler um negócio rapidinho para você?”, sem nem mesmo te dar tempo de dizer sim ou não. Escute, avalie e dê uma opinião sincera. Com certeza você será sempre o primeiro leitor de todos os trabalhos dela.

6 – Não interrompa!

Por mais que ela faça isso com o seu futebol, um programa de televisão ou qualquer outra coisa… Quando ela estiver escrevendo, não interrompa. A inspiração é algo muito sério. Se você falar alguma coisa nesse momento, mesmo que seja algo que você tem certeza que ela vai amar, corre o risco de receber de volta um olhar furioso. É sério. Interromper uma linha de pensamento é um ato gravíssimo e ela vai ficar bem brava com você.

7 – Entenda que o mundo literário vive no mundo real

Ela vai falar com você sobre os personagens que está escrevendo como se eles fossem de verdade. Durante uma viagem, um passeio… Ela vai falar que o fulano de tal amaria conhecer aquele lugar. E o que será que a fulana pensaria se aquilo acontecesse com ela? No início você vai ficar confuso, mas aos poucos você vai perceber que isso é perfeitamente “normal”. Enquanto está criando um novo livro, a cabeça dela funciona no meio a meio. Metade na realidade, metade na ficção e é claro que os dois mundos se encontrarão frequentemente nesse período.

 

****

Namorar uma escritora não é para qualquer um. Mas quem encontra uma escritora para chamar de sua vai descobrir um mundo muito mais colorido do que aquele que conheceu até então. Escritoras vêem poesia em quase tudo… Amam diálogos, conversas, passeios, tudo que possa inspirar mais e mais seus próximos trabalhos.

Namorar uma escritora é trazer mais magia para a sua vida.



Veja mais posts sobreescrever escritora listas literatura livro livros namorar uma escritora
16 de Fevereiro de 2017

Apenas eu não conhecia Elena Ferrante?

Na semana passada estava navegando por alguns blogs que não conhecia e em um deles eu descobri a Tag Ler é um Presente e resolvi responder. Mais legal do que responder, foi buscar outros blogs que também tinham respondido a TAG. A minha lista de livros desejados foi crescendo ainda mais a cada novo post que lia. Em um deles – que infelizmente não lembro mais qual era -, vi uma menina indicando o livro Amiga Genial da Elena Ferrante para todos.

No mesmo instante eu corri para dar aquela olhadinha básica na Amazon e descobri que o e-book estava na promoção por apenas seis reais e ainda me dava mais cinco reais para que eu usasse depois em outra compra. Dá para acreditar? O livro saiu por praticamente um real. Que sorte!!!

Tenho tentado não comprar mais livros, pois tenho muitos – e quando digo muitos, são muitos mesmos – que comprei e ainda não li. Tenho que colocar a minha lista de leituras para andar antes de comprar mais. Mas caramba! Uma indicação de livro imperdível por apenas seis reais é totalmente irresistível.

“Elena Ferrante é como assina uma escritora italiana que se recusa a divulgar fotografias e a falar de sua vida pessoal. Acredita-se que tenha nascido na região de Nápoles e que seja mãe. Em uma carta ao seu editor após o lançamento de seu romance de estreia em 1991, escreveu: “Acredito que livros, uma vez escritos, não precisam de seus autores. Se eles têm algo a dizer, mais cedo ou mais tarde encontrarão os leitores. Se não, eles não vão.”

Confesso que essa descrição já despertou totalmente a minha curiosidade e simpatia pela autora. Sempre pensei o mesmo. Escrever é a minha paixão. Nunca tive o sonho de ser famosa, de dar entrevistas, autógrafos e por aí vai. É claro que amo o carinho dos meus leitores e as mensagens incríveis que recebo diariamente, mas mesmo que nada disso existisse, continuaria escrevendo.

Outra coisa que chamou demais a minha atenção é que o novo livro que estou escrevendo tem um escritor com o mesmo pensamento da Elena Ferrante. Dá para acreditar? Fiquei até arrepiada com essa enorme coincidência. Eu nunca pensei em não colocar foto minha na orelha ou em não estar nas redes sociais ou ainda assinar com um pseudônimo. Mas o meu personagem é como a Elena Ferrante. Que incrível!

É claro que com tudo isso, resolvi furar a fila de leituras e coloquei A Amiga Genial na frente de todas as outras leituras e comecei a ler na noite de ontem, antes de dormir. Já fiquei totalmente encantada com a leitura. Mas o que mais me chamou a atenção foi que hoje eu resolvi navegar por mais blogs que ainda não conhecia e em diversos deles lá estava Elena Ferrante como protagonista de postagens. Parece que todo mundo já leu ou está lendo essa autora italiana. Será que apenas eu não conhecia? Cheguei a ficar até mesmo um pouco envergonhada como autora por não conhecer uma escritora tão popular assim entre tantos leitores.

Em um dos blogs que conheci hoje, li uma postagem bem curiosa sobre a Elena Ferrante. O blog Ponto para ler fez um post com dez curiosidades sobre a autora. E uma dessas 10 curiosidades é que ela despertou tanto o interesse das pessoas que um jornalista investigativo decidiu desvendar o mistério de quem é realmente a autora dos livros que conquistaram tantos fãs. Parece que ele teve até mesmo acesso a conta de uma tradutora que ele afirmou ser quem assina como Elena Ferrante.

Confesso que fiquei um pouco triste com isso. Risos! Acho que uma pessoa tem o direito de não querer ser famosa. Ela pode amar escrever, amar criar novos mundos e isso basta. E pra falar a verdade, eu acho isso lindo! Vejo tantos autores querendo ser maiores que suas obras. Tantas pessoas que pensam em desistir por não terem muitos fãs. Tantas pessoas que querem usar as mais diversas estratégias para venderem seus livros, apenas por vender e não pelo conteúdo que oferecem… E achar uma escritora que quer que os seus textos brilhem sem que ela precise aparecer, é demais! Para mim é quase como encontrar um bilhete premiado.

Passei a admirar essa autora antes mesmo de ler seus livros. Mergulhei no primeiro capítulo com total encanto e já quero ler tudo o que ela tem a oferecer. Mas depois de ler tantas pessoas falando sobre ela, fiquei com essa pulga atrás da orelha. Apenas eu não conhecia a Elena Ferrante? Todos vocês já leram os livros dela? O que acharam? Estou ansiosa para voltar para a minha leitura mais tarde e conhecer um pouco mais da Amiga Genial.




Veja mais posts sobre a amiga genial autora elena ferrante escritora livro livros