03 de Março de 2017

Inspiração de quartos de casal para você se apaixonar

Já tem algum tempo que estou querendo mudar o nosso quarto e nada melhor do que buscar inspiração na internet para achar quartos de casal perfeitos. É claro que o que é lindo para mim, pode não ser o mais bonito para você. Mas inspiração nunca é demais, não é mesmo? Por isso, acho legal compartilhar um pouco das minhas buscas com vocês.

O nosso “problema” 

Quando “planejamos” o nosso quarto, não tínhamos pensado tanto nele quanto pensamos no restante da casa – um dia faço um tour pela minha sala para que vocês vejam como ela é exatamente a nossa cara!! – e por isso, ele ficou totalmente sem identidade. Já tem um tempinho que comecei a ficar incomodada com isso. Mas não quero fazer nada antes de ter absoluta certeza do que eu quero. Por isso, tenho buscado inspirações de quartos de casal para que eu possa decidir com o Vi o que realmente queremos mudar. Com certeza, depois que eu fizer essa mudança, vou mostrar o antes e o depois para vocês.

Mas o que está faltando no nosso quarto?

Tudo! Risos! Brincadeira… O que eu acho que falta é entrar nele e sentir que estamos no ambiente mais aconchegante da casa. Como o quarto é pequeno, não dá para inventar muita coisa. Quero tentar fazer algo sem gastar muito, sabe? E para deixar um quarto aconchegante, acho que não é impossível essa missão. Acho que hoje falta uma cor mais aconchegante, uma cortina mais romântica, uma cabeceira bonita, cor nas mesinhas de cabeceira que são brancas, alguma coisa – talvez um papel de parede – que substitua a cor sem graça que escolhemos para o nosso painel da TV e decoração para a prateleira que fica em cima dela. Viu? Eu disse que era tudo! kkkkkkkkk…

Dito isso, vamos para as inspirações de quartos de casal que mais estão me deixando apaixonada?

Confesso que estou muito apaixonada por quase todos os detalhes desse quarto. Acho fofa demais essa parede de tijolinho, com esse pendente e o tapete. Outra coisa que quero muito trocar é a minha cortina romana por uma cortina que seja até o chão. Acho que deixa o quarto mais aconchegante e romântico. Amo essas poltronas, mas no meu quarto não tem espaço para uma assim. Tenho na sala e acho que ela dá um charme a mais na decoração.

Gosto muito de roupas de cama assim, mais pesadas e cheias de almofadas com os travesseiros. Sinto vontade de deitar na cama dessa foto. Outra coisa que quero é colocar alguma flor ou plantinha na cabeceira. Escolheria vasos e plantas diferentes dessas da foto. E mais uma vez, olha lá o tijolinho!!

Comprei uma cama maior para a gente recentemente e o vendedor me disse que essas cabeceiras não estão mais “na moda”. Acho que é exatamente por isso que eu tenho certa implicância com esse mundo da moda que todo mundo ama. Se eu gosto de uma coisa, só posso usar quando ela é tendência? Acho isso tão chato. Sobre a cabeceira “fora de moda”, eu continuo adorando e coloquei como inspiração para de repente fazer parte do meu quarto reformado. Ah, também amei a mesinha de cabeceira.

Antes de casar eu odiava flores, mas depois do casamento, quando passei a cuidar não só de um quarto, mas da casa inteira, passei a amar. Percebi que as flores dão charme e um toque de alegria e romantismo para a casa. Gosto muito mesmo.

Esse quarto é aparentemente do tamanho do nosso e olha como é cheio de personalidade!  Amei o jeito que usaram espelhos, adorei a parede texturizada – ou o papel de parede imitando o estilo, a cama, o quadro apoiado na frente do espelho… Gostei de praticamente tudo. E o detalhe das mesinhas de cabeceira em diferentes formatos? Eu amo!!

Mais parede de tijolinho, flores e cabeceiras que eu adoro!!

 Não são fofos esses quartos de casal? Vou continuar garimpando uma inspiração aqui e outra ali, até que eu decida o que realmente fazer no meu. Pelo menos já fiz um dos mais difíceis, que é achar uma cama perfeita. Agora, falta o restante. Risos! Assim que fizer, mostro para vocês.



Veja mais posts sobredecoração inspiração Inspirações Quartos de casal
14 de Dezembro de 2016

O Masterchef e a paixão pela gastronomia -Entrevista com Pedro Lima

Quem ama e assiste o programa MasterChef provavelmente morre de fome na hora que os participantes colocam a mão na massa, não é verdade? Em todas as edições eu deixo para jantar na hora do programa para sofrer menos ao me deparar com todas aquelas delícias. Fico morrendo de vontade de provar tudo o que é feito ali. Adoraria ser uma jurada.
Outro dia estava em um evento gastronômico em Niterói – coisa que eu amo – e dei de cara com o espaço do Pedro Lima, que ficou no Top 10 do 3º MasterChef Brasil. É claro que não resisti e lá fui eu experimentar o arroz de pato feito por ele. Estava uma delícia!!!
Quando comecei a fazer essas entrevistas de quarta, fui logo falar com Pedro, pois além de cozinhar muito bem, também é muito simpático. Ele topou na hora. Descobri na entrevista que a paixão pela gastronomia começou depois da inscrição no MasterChef. Não é ótimo quando a gente descobre por acaso uma paixão que muda bastante a nossa vida, abrindo novas oportunidades?
Confira a entrevista:
– Antes de participar do MasterChef qual era a sua profissão? Em que você se formou?
Consultor empresarial com enfase em TI. Sou formado em Gestão da Tecnologia da Informação.
– Como surgiu a ideia e a vontade de participar do programa?
Principalmente por incentivo de Amigos. Depois de começar a cozinhar, meados de 2012 peguei o gosto de receber amigos em casa e eu era sempre o que se atrevia a preparar as comidas, e quando eles perceberam isto, começaram a me incentivar a participar.
– Você decidiu aprender a cozinhar quando foi morar sozinho, em 2012. Antes disso você não cozinhava nada? 
Isso mesmo, em 2012… alguns meses antes de casar eu fui morar sozinho. Realmente não cozinhava nada, minha mãe sempre foi a responsável pela comida de casa e eu não tinha interesse por isso. A cozinha veio por uma necessidade, quando fui morar sozinho tive que aprender na “marra”, e comecei a pegar o gosto pela cozinha.
– Para ter feito a inscrição no MasterChef alguma paixão pela gastronomia você passou a ter, né? Como surgiu essa paixão?
Na verdade, a paixão veio durante as provas de seleção do MasterChef. Antes da prova do avental existem várias outras etapas. A medida que fui passando, a paixão veio pouco a pouco, me motivando a aprender mais, a estudar sem parar. A paixão por estudar novas receitas, novos ingredientes veio de tal forma que não parei mais.
– Você diria que o MasterChef foi um aprendizado? O que o programa mudou na sua vida?
Sem dúvida alguma, o MasterChef veio pra mim como uma escola e um incentivo para continuar. O programa me deu o pontapé que precisava para descobrir uma nova carreira.
– Depois de ter participado do MasterChef você passou a trabalhar totalmente com a gastronomia? O que está fazendo agora e quais são os seus planos para o futuro?
Assim que saí do programa sim, fiquei 100% focado em gastronomia. Fui para o restaurante Olympe (Chef Claude Troisgros – 1 Estrela Michelin), onde estagiei por mais de 3 meses, em seguida participei de alguns eventos gastronômicos onde montei a minha “marca” – Pedro Lima Gastronomia – com Workshops, Personal Chef, Eventos. Por enquanto, ainda tenho parte da minha renda gerada pela TI, mas quem sabe no futuro 100% desta, venha da gastronomia?
– O que você mais ama cozinhar e o que menos gosta?
Mais amo cozinhar? Difícil responder, mas acho que são comidas salgadas e a base de carne vermelha. Menos gosto? Massas.
– O que é mais legal nessa profissão? E o que é mais difícil?
Ver a expressão de felicidade e de alegria que a comida gera nas pessoas é o mais legal. Agradar várias pessoas com a mesma comida é o mais difícil. Risos.
– Muitas pessoas sonham em trabalhar com o que amam, mas nem todos têm a coragem de ir atrás de seus sonhos. Que conselho você dá para todos aqueles que amam a gastronomia, sonham em ser chef, mas não dão um passo maior para que isso comece a virar realidade?
Acredite e avance degrau por degrau. Tem espaço para todos.




Eles largaram tudo no Brasil e foram conhecer o mundo – Entrevista com o casal YesBeFree

Entrevista com Patrícia Brazil – criadora do Grupo It Brazil

Entrevista com o criador do clube Vinhos de Bicicleta

Entrevista com a jornalista, empreendedora e escritora Renata Frade

Entrevista com os criadores da plataforma Meu Bistrô

Entrevista com o criador do Leitura no Vagão

Entrevista com o jogador de futebol Felipe Melo

Entrevista com o árbitro Marcelo de Lima Henrique

Entrevista Profissão Escritora – com Fernanda Belém

Entrevista sobre a profissão de agente de jogador de futebol com Alexandre Uram 

Veja mais posts sobre entrevisa gastronomia inspiração MasterChef Pedro Lima