27 de Novembro de 2015

Vocês já conhecem os meus amigos malas?

Amigos Malas foi um apelido “carinhoso” dado por acaso há mais ou menos cinco anos a um grupo de amigos que é uma misturada de diversos lugares. Tudo começou com uma turminha do Salesiano, depois vieram os agregados de bares, festas, faculdades. Aos poucos, mais e mais pessoas foram se juntando ao grupo e se tornando um mala oficial.  Não importa da onde cada um veio, o que importa é que esse grupo enorme é quase uma família.

malas

Assim como em toda grande família, em um grupo de mais ou menos trinta pessoas, é claro que acontecem desentendimentos, implicâncias, gargalhadas, eventos memoráveis e outros que a gente deseja esquecer para sempre. Mas o mais legal disso tudo, é que não importa o que aconteça, nos momentos mais marcantes – bons ou ruins – da vida de qualquer um dos “integrantes”, sempre aparecem os outros para dar um abraço, um apoio ou para comemorar junto.

malas 5

Ontem foi o nascimento da primeira mascotinha dos malas – a Lara. O pediatra disse que nunca viu tanta gente reunida para a chegada de um neném e eu fiquei emocionada de ver o quanto isso é especial. Nunca na nossa vida estaremos sozinhos. Temos sempre uns aos outros com todas as nossas qualidades e defeitos.

malas 4

Nessa época do ano, começo a fazer reflexões (quem nunca?) e a clássica retrospectiva de tudo o que aconteceu nos meses que passaram. E é aí que fico com aquele sorriso bobo no rosto e sinto uma vontade enorme de dizer de um por um o quanto eles são especiais na minha vida. São conversas, planos, ideias mirabolantes, festinhas, churrascos, barzinhos, comemorações, grupos no whatsapp, conversas sérias, importantes, conversas que ninguém nem mesmo acredita se eu contar. Perdas, conquistas, tudo dividido com igual tristeza ou a mesma felicidade. Meus amigos, todos eles, sabem compartilhar, dividir, somar.

Fernanda e Carlos Vinicius 30-05-13-2897

Já passamos alguns Natais juntos, festas juninas, polêmicas sobre Iphone x Samsung, brigas e desentendimentos, bebedeiras homéricas, términos de relacionamentos, viagens, churrascos, perdas, casamentos e agora um nascimento. Sempre juntos. Algumas vezes capengas, mas sempre juntos. Desfalcados, mas juntos. E é por isso que eu amo esses amigos.

festa 9

Não importa se o Danilo foi para São Paulo, se a Sharon morou em Salvador ou se Natália e Manu vão passar uma temporada em Portugal. De um jeito ou de outro eles continuarão sempre presentes. E o meu desejo é que a cada vez que um novo malinha venha ao mundo ele seja recebido por todos esses titios doidos, sempre em festa e percebendo desde cedo que a família não é só aquela de sangue, que eles vão ter muito, muito mais pessoas com quem contar para sempre.

malas 3

Malinhas do meu coração, eu amo vocês!

malas 2

Veja mais posts sobreamigos amizade relacionamentos